Fale Conosco

Minerais: veja os principais e em quais alimentos encontrá-los

por jasmine
em 29/05/2017

Eles ocupam parte considerável dos rótulos: cálcio, fósforo, potássio, enxofre, sódio, magnésio, ferro, cobre, zinco, selênio e por aí vai. Como o corpo não produz os sais minerais, é preciso consumir alimentos que sejam boas fontes de cada um deles. A carência desses nutrientes pode causar doenças como anemia, alterações ósseas e alterações musculares, entre outras.

Entre as principais funções dos sais minerais, estão:

  • Atuar na formação e manutenção dos ossos do corpo;
  • Regular as reações das enzimas;
  • Participar da composição de algumas moléculas orgânicas;
  • Agir na manutenção do equilíbrio osmótico e do sistema nervoso.

Entenda a importância dos minerais mais importantes para o organismo e veja em quais alimentos são encontrados com mais abundância.

Cálcio

Função no corpo: É o principal elemento para a formação e manutenção dos ossos e dos dentes. Tanto é que 99% da quantidade total desse mineral presente em nosso corpo estão nessas partes. É especialmente importante na infância para o crescimento. Outras funções do cálcio são: ativar as enzimas, conduzir os impulsos nervosos, contração muscular e evitar coagulação sanguínea.

O que a carência e o excesso de cálcio podem causar no organismo? A pouca quantidade do mineral pode resultar em retardo do crescimento, dentes e ossos frágeis, raquitismo e, até mesmo, osteoporose. Já se consumido excessivamente, pode causar calcificação dos ossos e tecidos moles, comprometimento renal e prejuízo à absorção do ferro.

Principais fontes alimentares: Leite, iogurte, queijos, peixes, gema do ovo, hortaliças verdes, gergelim e feijão.

Magnésio

Função no corpo:  O magnésio é importante para absorção do cálcio no organismo, ajuda na contração muscular, no crescimento dos ossos e colabora para a atividade normal das enzimas.

O que a carência e o excesso de magnésio podem causar no organismo? A carência do elemento causa problemas como irritabilidade, perda de apetite, enjoos, sonolência e espasmos musculares. Já o consumo excessivo pode ocasionar pressão baixa, males respiratórios, ritmo cardíaco acelerado e inibição da calcificação óssea.

Principais fontes alimentares: Sementes de abóbora e de girassol; espinafre, beterraba, gérmen de trigo, nozes, damasco, tofu, água de coco, camarão, cereais integrais, soja, acelga e quiabo.

Sódio

Função no corpo?  O sódio tem como principal função equilibrar a quantidade de água no organismo. Junto ao potássio, participa dos processos de contrações musculares, do fornecimento de energia e do controle da pressão osmótica.

O que a carência e o excesso de sódio podem causar no organismo? A falta de sódio pode causar problemas como dor de cabeça, fraqueza muscular, vômitos, diarreias, convulsões e arritmia cardíaca. Já em excesso, o elemento pode provocar problemas sérios, como a hipertensão, obesidade, osteoporose e doenças renais. O consumo diário indicado é de apenas cinco gramas.

Principais fontes alimentares: Frutos do mar, sal de cozinha, carnes, vegetais, derivados do leite, manteiga, margarina e produtos congelados.

Potássio

Função no corpo? Faz a manutenção do líquido intracelular, auxilia na contração muscular, participa da condução nervosa e da produção de energia e cuida da frequência cardíaca. O potássio é ainda essencial para prevenir a osteoporose, especialmente em mulheres na menopausa.

O que a carência e o excesso de potássio podem causar no organismo? Em níveis baixos de potássio, o organismo pode sofrer com cansaço, dores musculares, fadiga, pressão baixa e vômitos. Já o excesso pode ocasionar cãibras, confusão mental e distúrbios cardíacos.

Principais fontes alimentares: Banana, batata, frutas cítricas, vegetais crus ou cozidos, vegetais verdes escuros folhosos, bacalhau, frutos do mar, feijão preto, café e chá preto.

Fósforo

Função no corpo: É um elemento essencial na formação dos ossos e dos dentes, participa do metabolismo dos glicídios, ajuda a gerar energia e faz parte das membranas celulares.

O que a carência e o excesso de fósforo podem causar no organismo? A falta de fósforo no corpo causa dor nos ossos, perda de memória, taquicardia, miopatias e resistência à insulina. Já em excesso, causa hipertensão, confusão mental, sensação de peso nas pernas e, até mesmo, derrame e ataque cardíaco.

Principais fontes alimentares: Leite e seus derivados, peixe, ovos, oleaginosas, carne bovina, semente de abóbora, amendoim, salmão, iogurte, avelã, carne de porco e alho.

Ferro

Função no corpo: É essencial para o bom funcionamento das células e para a síntese de DNA, participa de reações enzimáticas, fornece energia, transporta oxigênio para os músculos, atua como fixador do oxigênio nas fibras musculares cardíacas e músculo esquelético e auxilia na formação da hemoglobina.

O que a carência e o excesso de ferro podem causar no organismo? A deficiência de ferro resulta em problemas como anemia, falta de ar, fraqueza, anemia e palidez. Já o consumo excessivo pode causar convulsões, náuseas, vômito, hipotensão e paladar metálico.

Principais fontes alimentares: Carnes vermelhas (principalmente fígado), leguminosas, vegetais verde-escuros, gema de ovo, tofu, uva passa e grãos integrais.

Cobre

Função no corpo: Esse mineral é responsável pela formação do sangue e dos ossos, pela produção de melanina e por liberar a energia dos alimentos.

O que a carência e o excesso de cobre podem causar no organismo? A carência desse nutriente pode resultar em manchas na pele, neutropenia, problemas na tireoide, osteoporose e, até mesmo, doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson. Já o consumo em excesso, que é algo muito raro, pode provocar náuseas, vômitos, diarreias, hemorragia gastrointestinal, anemia hemolítica e icterícia.

Principais fontes alimentares: Amendoim, carne bovina, alface, bacalhau, fígado, maçã, cacau em pó, leite de vaca, cenoura, ostras, ovo, brócolis e aveia.

Iodo

Função no corpo: A principal função desse mineral é produzir a glândula da tireoide.  Além disso, o iodo cuida da manutenção do calor do corpo.

O que a carência e o excesso de iodo podem causar no organismo? A deficiência de iodo pode provocar o bócio (hipertrofia da glândula tireoide), além de cretinismo e perturbações no crescimento. Já o consumo em excesso pode resultar no aumento de casos de Tireoidite de Hashimoto e hipotireoidismo. O consumo diário não deve ultrapassar os 150mg.

Principais fontes alimentares: Leite, babatas rústicas, bacalhau, camarão, ameixas secas, ovos cozidos, iogurte natural, banana e cranberry.

Manganês

Função no corpo: É essencial para a formação de tecido conjuntivo e ósseo e para a proteção celular. Ajuda ainda no processo de produção de energia e é parte de diversas enzimas. Além disso, colabora para a redução dos níveis de açúcar no sangue e combate os sintomas da TPM.

O que a carência e o excesso de manganês podem causar no organismo? A deficiência pode prejudicar a capacidade reprodutiva, causar perda de peso, reduzir a tolerância à glicose e vômitos. Já o excesso pode desestabilizar o sistema nervoso central, o que leva à doença de Parkinson.

Principais fontes alimentares: Cereais integrais, soja, feijão, frutos do mar, abacaxi, gérmen de trigo, castanhas, nozes, chás e avelã.

Zinco

Função no corpo: É importante para o funcionamento do sistema imunológico, aumenta a fertilidade, auxilia o paladar e o olfato, ajuda na cicatrização e no crescimento e formação de tecidos.

O que a carência e o excesso de zinco podem causar no organismo? A falta de zinco resulta em problemas como enfraquecimento do sistema imunológico, dificuldade de cicatrização, problemas de pele, aumento do nível de glicose no sangue e retardo do crescimento. Já o excesso causa diarreia, vômitos, febre, letargia e distúrbios do sistema nervoso central.

Principais fontes alimentares: Ostras cozidas, feijão de soja, carne de vitela, sementes de abóbora, amêndoa, amendoim e grão de bico.

Outros minerais que são microelementos: molibdênio, cromo, selênio e flúor.

SUGESTÃO JASMINE

Quer investir em uma alimentação mais rica em sais minerais? A Jasmine possui uma vasta opção de produtos fontes desses nutrientes. A Quinoa Real em Grãos é considerada um dos alimentos mais completos nutricionalmente, fonte de fósforo, zinco, ferro, magnésio, manganês e cobre. As Sementes de Abóbora e de Girassol são ricas em fósforo e outros minerais, perfeitas para o consumo a qualquer hora do dia. Já o Sal Marinho Atlantis mantém os traços minerais existentes no mar (sódio, magnésio, cálcio, potássio, ferro, zinco, iodo e flúor). Por fim, indicamos ainda o Arroz Agulhinha Integral, fonte de fósforo e magnésio.

 


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!

Formulário de contato financeiro

Formulário de contato logística

Formulário de contato compras

Formulário de contato comercial

Para falar com nossa assessoria envie e-mail
para: centralpress@centralpress.com.br

Para falar com o nosso time de Marketing envie e-mail para: mkt@ns-group.com

SAC/Atendimento ao consumidor 0800 701 8003

Seus dados estarão em segurança. A qualquer momento você poderá deixar de receber as nossas mensagens. Política de Privacidade