Maracujá: A fruta versátil que é calmante natural

por tatiana.barros
em 20 de novembro de 2017

Sempre ligada à tranquilidade, é fácil encontrar pelo menos uma pessoa que já recorreu a um suco ou chá de maracujá para ter uma noite de sono mais calma. Mas será que essa fruta realmente ajuda nesse objetivo? Uma coisa já adiantamos:  É surpreendente a quantidade de benefícios que ela oferece para a saúde.

O maracujá fortalece o sistema imunológico?

Como se sabe, é uma fruta rica em vitamina C, que estimula as células de defesa do nosso corpo. Por isso, ela ajuda na prevenção de resfriado, gripe e outras infecções. Outra aliada nessa missão é a beta-criptoxantina, um carotenoide que atua como antioxidante. Ela protege nossos órgãos dos radicais livres e assim evita diversas doenças e o envelhecimento precoce.

LEIA MAIS
Frutas cítricas: fontes de vitamina C que fortalecem o sistema imunológico
LEIA MAIS
Biscoitos Sou Sweet: Sem açúcar, com muito sabor e nutrientes

A fruta faz bem para a digestão?

Muito! O maracujá possui uma alta concentração de fibras solúveis. Como se sabe, elas são as responsáveis pelo bom funcionamento da nossa flora intestinal. As fibras ainda aumentam a capacidade do corpo de absorver os nutrientes dos alimentos e reduzem o tempo de exposição do cólon a toxinas. Outro componente da fruta importante para a digestão é a água, que também está presente em alto teor.

O maracujá ajuda a prevenir anemia?

Sim, porque uma fruta contém 20% da quantidade diária de ferro recomendada. A hemoglobina é o pigmento que confere a cor vermelha ao nosso sangue e sua principal composição é o ferro. Se a hemoglobina está baixa, o nosso corpo desenvolve a anemia. Além disso, a vitamina C, também presente em altas quantidades, ajuda na absorção desse mineral.

É verdade que ele é benéfico para a saúde dos olhos?

Sim. Uma das vitaminas encontradas no maracujá é a vitamina A que, entre outras funções, cuida dos nossos olhos. É esse nutriente que age na manutenção da visão, prevenindo problemas sérios, como degeneração macular, catarata e cegueira noturna.

Por que ele ajuda a prevenir doenças cardiovasculares?

O potássio é um mineral que age como vasodilatador, aumentando o fluxo sanguíneo. Isso que faz com que a pressão sobre o coração seja reduzida e garante a nossa saúde cardiovascular.

O maracujá alivia ataques de asma?

Devido às suas propriedades antialérgicas, antioxidantes e anti-inflamatórias, a casca do maracujá pode ser um aliado para quem sofre de asma, respiração ofegante e tosse incessante, por agir como um calmante do sistema respiratório.

As sementes do maracujá também são úteis?

Sim. Elas são ricas em fibras e, por isso, são boas opções para quem está de dieta, pois conferem maior saciedade e melhoram a digestão. Da semente ainda é possível extrair um óleo, que tem ação sedativa e, por isso, alivia dores musculares e também pode ser usado em produtos para a pele e os cabelos.

Afinal, o maracujá tem efeito calmante?

Sim. Quando se trata de conhecimentos naturais, vale sempre a pena ouvir aqueles conselhos das nossas avós, pois elas sabem o que falam, mesmo que não conheçam a teoria científica por trás dos benefícios dos vegetais. No caso do maracujá,  seus alcaloides e flavonoides agem no sistema nervoso central como tranquilizantes, analgésicos e relaxantes musculares. Por isso, ele é útil em casos de insônia e na manutenção do humor. Há até suplementos naturais feitos a partir da fruta, utilizados em tratamentos de ansiedade, estresse e depressão.

Aproveitam-se todas as partes do maracujá?

Claro. Confira os benefícios de cada uma para o nosso organismo.

Polpa: A parte mais usada, no preparo de suco, mousses e molhos. É rica em nutrientes, como vitaminas do complexo B, proteínas e lipídeos, além, é claro, da vitamina C.

Casca: É rica em um tipo de fibra solúvel chamada pectina, que forma um gel em nosso estômago e promove saciedade, além de ajudar a eliminar gorduras, regular a absorção de glicose e controlar o colesterol. A casca pode ser utilizada em forma de farinha e acrescentada em diversas receitas.

Folhas: É essa parte que tem maior efeito calmante e sedativo, sendo uma aliada no controle da insônia e da ansiedade. Para isso, deve-se preparar uma infusão com suas folhas.

Sementes: Sementes podem ser aproveitadas! Elas são ricas em ácidos graxos insaturados, que contribuem para regular as taxas de colesterol no organismo. As sementes podem ser utilizadas em caldas para bolos, por exemplo Quando assadas, ficam crocantes e dão uma textura especial às receitas. Trituradas, entram na fabricação de esfoliantes. Já o óleo extraído delas serve para temperar saladas e para compor produtos cosméticos.

Sugestão Jasmine

Você gosta do sabor do sabor do maracujá? Precisa então experimentar o biscoito Sou Sweet Maracujá com Chia. Feito com cereais integrais, polpa de fruta e chia em grãos, é zero açúcar (adoçado com stévia natural) e vegan. Experimente!


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!