cereais
cereais

Cereais integrais e sua influência na saúde

por Redação
em 23 de janeiro de 2017

Alguns tipos de alimentos são essenciais no nosso dia a dia para ajudar no bom funcionamento do organismo. Entre eles estão os cereais integrais, alimentos em grãos e, na maior parte gramíneas, ricos em nutrientes, fibras e vitaminas. Saiba mais sobre todos os benefícios dos grãos integrais e dicas de consumo sugeridas pela nutricionista Marilia Stefani Netto.

Quando um grão é considerado integral?

Para que um grão seja considerado integral, é preciso que ele esteja completo, ou seja, possua três camadas: o farelo, mais conhecido como casca; o endosperma, porção intermediária; e o gérmen, que é a semente. Ou seja, os cereais integrais são todos aqueles grãos que não passaram pelo processo de refinamento na indústria.

Nutrientes e vitaminas dos cereais integrais

Os grãos que fazem parte da família dos cereais integrais contêm nutrientes como: vitamina E, vitaminas do complexo B e minerais (selênio, zinco, cobre, ferro, magnésio, potássio e fósforo). Além disso, são ricos em carboidratos complexos e fibras, apresentando um baixo teor de gorduras. Também apresentam componentes adicionais chamados fitoquímicos ou fitonutrientes, que são compostos encontrados em vegetais que têm efeitos benéficos na saúde e um papel ativo na melhora do estado de indivíduos com enfermidades.

LEIA MAIS
Como consumir quinoa? Saiba tudo sobre esse supergrão rico em ferro e cálcio
LEIA MAIS
O que é que os 7 Grãos têm?

Benefícios para a saúde

As fibras dos cereais integrais exercem um papel importante no bom funcionamento do nosso organismo. Elas promovem a saciedade, garantem o funcionamento adequado do intestino, controlam a glicemia, reduzem o colesterol e até mesmo a absorção de gorduras dos alimentos.

Dicas de consumo de grãos

• Aveia: utilizada tanto em flocos como em farelos, pode ser adicionada em vitaminas, mingaus, polvilhada em frutas e até usada em pratos salgados.
• Cevada: tem um sabor adocicado que o torna um suplemento interessante nos pratos que vão ao forno e nas saladas.
• Trigo para quibe: consiste em caroços de trigo integral quebrados e torrados. Pode ser usado na preparação de quibes, tabule ou recheios, ou combinado com grão-de-bico, passas e nozes.
• Arroz integral: alimento rico em vitaminas do complexo B, que proporciona pequenas quantidades de cálcio e fósforo.
• Milho: é a base de uma grande variedade de alimentos como pipoca, cereais em flocos, xarope de milho, polenta, tortilhas, pão de milho e canjica.
• Quinoa: rica em aminoácidos, vitaminas e minerais. Contém fibras e costuma ser encontrada integral na forma de farinha, flocos, macarrão ou grão. Pode ser cozida e usada como substituta do arroz, em saladas, ou até mesmo batida em vitamina.
• Amaranto: contém alto teor de proteínas e quantidades importantes de lisina. Assim como a quinoa, pode ser utilizado cozido, como substituto do arroz, em saladas, ou batido em vitamina.

Sugestão Jasmine

Grande parte dos alimentos citados pela nutricionista Marilia, que propiciam bem-estar e diversos benefícios para saúde, estão entre os produtos Jasmine, como: Aveia, Arroz Integral, Quinoa e Amaranto. Quer ver mais? Conheça toda a nossa linha!

Saiba onde encontrar os alimentos Jasmine na sua região.

Fonte: nutricionista Marilia Stefani Netto – CRN: 347.078


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!