benefícios do coco
benefícios do coco

Versátil, nutritivo e saboroso: conheça todos os benefícios do coco

por tatiana.barros
em 29 de junho de 2017

Você está na praia, curtindo o calor típico dos trópicos e sente aquela necessidade de se hidratar. Nesses momentos, nada cai melhor do que uma água de coco bem gelada. E essa não é apenas uma opção refrescante e saborosa. O coco é um fruto extremamente nutritivo e que reserva benefícios para o nosso organismo, seja na sua água ou na polpa.  A fruta, aliás, tem a grande vantagem de ser bastante versátil e, por isso, não faltam opções para fazer o uso diário dela

Por que o coco é uma opção nutritiva?

O coco é uma das frutas mais saudáveis que existem e, graças ao fato de morarmos em um país tropical, é bem acessível por aqui. Motivos não faltam para apostar nele que, além de saboroso, é fonte de nutrientes que colaboram – e muito – para o bom funcionamento do nosso organismo.

A fruta é rica em vitaminas, fibras e muitos minerais, como potássio, cálcio, magnésio, fósforo, ferro, sódio, selênio, iodo, zinco, flúor e manganês.  Também é fonte de ácidos graxos importantes e de ácido láurico, um componente com propriedades antimicrobianas.

Principais formas de consumo do coco

Água: Uma saborosa água de coco é uma das melhores bebidas para se manter hidratado. Graças ao fato de ser rica em minerais como o sódio e o potássio, é ótima opção para quem precisar repor o líquido perdido durante a prática de atividades físicas, além de prevenir cãibras. O volume de vitaminas A, C e do complexo B faz com que o líquido tenha ação antioxidante, isto é, protege o organismo de diversas doenças ao combater os radicais livres. O consumo regular da água de coco ainda ajuda a controlar os níveis de glicemia e a circulação sanguínea.

LEIA MAIS
Hidrate-se: Os benefícios de beber água
LEIA MAIS
Minerais: veja os principais e em quais alimentos encontrá-los

Polpa: Depois de refrescar-se com a água do coco, vale saborear a polpa da fruta, seja em pedaços, ralada ou como parte de receitas. Os pigmentos que conferem a cor branca da polpa são ricos em flavonoides, responsáveis por evitar doenças cardíacas e estimular a produção de enzimas que reforçam a imunidade. Essa parte do coco ainda possui ação antibacteriana, antiviral e anti-inflamatória.

Óleo: Nos últimos tempos, o óleo de coco virou queridinho de quem investe em produtos funcionais naturais. A utilização na preparação de pratos é considerada uma opção saudável porque ele não perde nutrientes quando exposto a temperaturas elevadas, quais sejam eles: fortalecimento do sistema imunológico, melhora do funcionamento da tireoide, aumento de energia e queima de gorduras. O produto, com potencial hidratante, também é indicado para uso no corpo e nos cabelos, podendo ser utilizado sozinho ou misturado em loções.

Leite: Esse é um leite vegetal ideal para veganos, para quem tem intolerância à lactose ou para quem simplesmente deseja reduzir o consumo de leite de origem animal. Livre de glúten e colesterol, é uma bebida fonte de vitamina A e E, e minerais.

Farinha: Essa é uma alternativa para quem tem intolerância ao glúten, já que é livre dessa proteína. Por outro lado, é rica em outras proteínas e ainda contém uma grande quantidade de fibras.

Açúcar: Extraído das flores da palmeira, esse é um dos açúcares mais saudáveis, por não ser processado e nem conter conservantes, o que faz dele 100% natural. Seu grande trunfo é o fato de ter baixo índice glicêmico, menor até mesmo do que o mel.

Benefícios do coco para mulheres grávidas

O alimento merece entrar na dieta das gestantes por diversos motivos: a polpa contém vitaminas que colaboram para o bom desenvolvimento da gravidez e fortalece as defesas do bebê, a água é um importante isotônico natural, que repõe os minerais e evita inchaços nos tornozelos. O consumo de coco também ajuda a prevenir e tratar a acidez estomacal, vômitos e prisão de ventre.

Como o coco pode auxiliar na perda de peso?

Por muito tempo, o coco foi visto como vilão de quem desejava emagrecer, pois acreditava-se que o alimento era gorduroso demais. No entanto, o efeito é justamente o contrário porque os triglicerídeos de cadeia média (TCM) presentes na fruta aumentam o gasto de energia, o que colabora com o emagrecimento. Além disso, o coco é rico em fibras (uma xícara possui mais de 20% do recomendado para o consumo diário) e, como se sabe, alimentos fontes de fibras ajudam a prolongar a sensação de saciedade (você vai demorar mais a voltar ter fome) e colaboram para o bom funcionamento do sistema digestivo.

Por que o coco é indicado para quem sofre de diabetes?

Se consumida com moderação, essa fruta ajuda a equilibrar os níveis de açúcar no sangue. Isso evita as crises de hipoglicemia, assim como diminui a resistência à insulina.

 Como escolher o melhor coco?

Ao comprar o coco, primeiro você deve decidir se quer a fruta verde ou madura. Se optar pelo coco verde, o indicado é escolher aquele que tiver a casca mais verde e fibrosa. Evite aquele que estiver escuro. Já se preferir o coco maduro, selecione aquele com a superfície seca e amarronzada. Um bom truque para saber se a fruta está boa para o consumo é bater nela com uma moeda. Se o som for estridente, pode comprar; já se o som for oco, pode estar estragado.

Por quanto tempo o coco pode ser armazenado?

Se estiver fechado, a fruta pode ficar guardada por até dois meses. Porém, após aberto, deve ser consumido no mesmo dia. Na geladeira, ele pode ficar por até cinco dias, se armazenado em um recipiente fechado. Se desejar congelar, o prazo de validade chega a duas semanas.

Sugestão Jasmine

Ficou com vontade de saborear produtos que levam coco? A Jasmine conta com algumas opções para você! Os Cookies Orgânicos são feitos com a fruta orgânica, Granfibra e farinha integral orgânica elaborada no moinho de pedra da Jasmine. Já a Granola Orgânica Chocolate e Coco contém flocos de aveia, nibs de cacau, coco, grãos de quinoa e amaranto e açúcar mascavo. Todos esses ingredientes orgânicos. Conheça nossa linha completa de produtos!

Tags

Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!