benefícios da linhaça
benefícios da linhaça

Linhaça: benefícios e a diferença entre a dourada e a marrom

por Redação
em 7 de abril de 2017

Uma semente que pode estar presente desde o café da manhã até o jantar, passando pelo lanche da tarde, e que confere sabor de diferentes formas e em diversas receitas. Não é de se estranhar o porquê de a linhaça ter ganhado espaço nos supermercados e, cada vez mais, na mesa dos brasileiros. Rica em fibras, ela pode ser usada como complemento funcional em vitaminas, como farinha em bolos ou como óleo para temperar saladas. Com toda sua versatilidade e benefícios para a saúde, motivos não faltam para incluir a linhaça na rotina alimentar.

Mas o que é a linhaça?

Essa é uma semente originária do linho, utilizado desde o Egito Antigo na confecção de tecidos e na fabricação de cordas. Mas o grande valor deste produto se concentra mesmo é na semente. O alimento, além de saboroso, possui uma grande quantidade de nutrientes benéficos para o funcionamento do corpo e que podem auxiliar na prevenção de doenças.

Quais seus principais nutrientes?

A semente de linhaça reúne uma série de nutrientes importantes para o corpo e tem como destaque a sua riqueza nos ácidos graxos ômega 3 e 6. Como eles ajudam no controle do colesterol e dos triglicérides, são bons aliados no combate a doenças cardiovasculares. Além disso, a linhaça é rica em fibras, proteínas, minerais e vitaminas C, E e do complexo B.

Por que a linhaça é considerada um alimento funcional?

Exatamente por conta dos nutrientes citados acima. A denominação “funcional” é dada para alimentos que não apenas nutrem, como também exercem importantes papéis no bom funcionamento do organismo. No caso da linhaça, ao inserir a semente em sua rotina alimentar, ela o ajudará no controle dos níveis de açúcar no sangue, a reduzir o colesterol ruim, a fortalecer o sistema imunológico e, inclusive, prevenir alguns tipos de câncer. Mas é claro que o consumo da semente não é suficiente. Ela tem de estar atrelada a uma dieta saudável e à prática de atividades físicas.

A linhaça ajuda a emagrecer?

É preciso ter um cuidado especial em relação a essa ideia de que determinado alimento pode ter papel determinante na perda de peso. Nenhum produto por si só tem esse poder. No entanto, alguns de seus componentes podem ajudar nesse processo. No caso da linhaça, o alto índice de fibras fazem com que haja uma liberação de glicose de forma mais lenta no sangue, o que evita os picos glicêmicos. Com isso, há um menor acúmulo de gordura no corpo, além de haver um prolongamento da sensação de saciedade. O resultado disso é que a pessoa acaba comendo menos. E mais: a linhaça ajuda no bom funcionamento do intestino e contribui para a eliminação de gorduras e toxinas do corpo.

Mas vale dizer: de nada resolve consumir a linhaça e, ao mesmo tempo, ingerir outros alimentos ricos em açúcar e gordura ruim. O segredo para a perda de peso é apenas um: investir em uma alimentação saudável e se exercitar sempre!

Qual a forma correta de consumir a semente?

A casca dos grãos da linhaça é feita de celulose, o que faz com que ela não seja digerida pelo intestino. Por isso, não é ideal consumi-la dessa forma. O melhor é ingerir o alimento triturado. Você pode fazer isso no liquidificar ou processador e armazenar na geladeira por até 24 horas – mais do que isso ela poderá perder os nutrientes. Você pode acrescentar a linhaça em sucos, vitaminas, iogurtes ou comer com frutas. Outra alternativa é usar como ingrediente naquele bolo ou torta no lanche da tarde. A versatilidade da semente é tanta que vale ainda usar na preparação de sopas, feijão, quibe e molho pesto.

benefícios da linhaça

Foto: Istock/Getty Images

Por que é melhor investir na farinha de linhaça estabilizada?

Inicialmente, pode parecer uma boa ideia comprar a linhaça em grãos por quilo para triturar ou moer em casa. No entanto, o que nem todo mundo sabe é que, após virar farinha, a linhaça oxida e perde as suas propriedades nutritivas em pouco tempo. Ou seja, moer a linhaça na segunda-feira para comê-la durante a semana será como comer uma farinha sem nenhum dos benefícios que essa pequena semente oferece à saúde humana.

Os avanços na tecnologia possibilitam que, após a moagem da semente de linhaça, a farinha seja estabilizada, o que faz com que os ácidos graxos sejam preservados sem o uso de aditivos artificiais. A Farinha de Linhaça Estabilizada é resultado de um processo único da Jasmine, que assegura a presença de todos os nutrientes da linhaça.

Quanto se deve consumir diariamente?

Para sentir os benefícios da linhaça, é importante que seu consumo seja regular e esteja presente na rotina alimentar diária. No entanto, é preciso moderação! Por ser rica em fibras, o consumo excessivo da semente pode causar problemas como constipação. Segundo os nutricionistas, o consumo diário da linhaça não deve passar de 10 gramas, o equivalente a uma colher de sopa, que soma aproximadamente 70 calorias.

LEIA MAIS
Entenda as diferenças entre chia e linhaça
LEIA MAIS
Conheça os benefícios da Linchia: Linhaça + Chia!

Quais as vantagens do óleo de linhaça?

O óleo de linhaça é a gordura extraída da semente e pode ser usado para temperar saladas e na preparação de pratos. Como os os ácidos graxos presentes no óleo aceleram o metabolismo, muitas pessoas apostam nesse tipo de óleo na dieta. No entanto, ele não deve ser levado ao forno, pois as altas temperaturas anulam suas propriedades nutricionais. E mais: ao acrescentar o óleo de linhaça à dieta, faça a substituição de outros produtos, como azeite ou outras gorduras, já que esse óleo possui um alto valor energético. O mais indicado é consultar o nutricionista para que ele analise a melhor maneira de acrescentar o produto à sua rotina.

Um segredo de beleza: assim como o óleo de coco, essa é uma boa alternativa na manutenção da beleza dos cabelos e da pele. Para os fios, o óleo de linhaça promove nutrição e reduz o frizz, dá brilho, força e maciez. Seus efeitos são tantos que ele é usado como componente de diversos xampus e condicionadores. Vale, até mesmo, acrescentar algumas gotas nos produtos que você utiliza em casa, só não passe na raiz para não deixá-la oleosa. Já para a pele, o ômega 3 faz com que ela fique mais viçosa e evita rugas.

O óleo de linhaça pode ainda ser manipulado e consumido em cápsulas. No entanto, esse tipo de consumo deve ser feito apenas se receitado por um médico nutrólogo.

Existe contraindicação para o uso da linhaça?

Embora seja um alimento natural e altamente nutritivo, a linhaça pede alguns cuidados. Crianças até seis meses não devem consumir o alimento, já que o aparelho digestivo ainda está em formação e os pequenos não conseguem digerir corretamente as fibras do alimento.

Pessoas com esclerose sistêmica também não devem ingerir sementes de linhaça, pois seu consumo pode causar prisão de ventre. Por ser muito rico em fibras, o indicado é beber muita água enquanto consome a linhaça, para ajudar na absorção e no processamento. Para evitar alergias e reações, insira o alimento aos poucos na sua rotina alimentar e sinta como o seu organismo reage a ele.

Qual a diferença da linhaça dourada para a linhaça marrom?

Esses são os dois tipos de linhaça existentes. Mas qual a diferença entre eles? Simples! A linhaça dourada é mais encontrada em locais de clima frio. Ela possui uma casca mais fina do que a marrom e possui um sabor mais suave.

Por outro lado, a marrom é típica de climas mediterrâneos, por isso se adapta melhor ao solo brasileiro. Logo, ela é o tipo mais encontrado por aqui. Seu sabor é mais amargo e forte. Nutricionalmente, no entanto, elas são bem parecidas. A linhaça marrom tem 22% de proteínas e 44% óleos, enquanto que a linhaça dourada apresenta 29% de proteínas e 43% de óleos. O que faz com que a dourada seja mais cara é justamente o fato de ela ser importada. Logo, pode consumir a marrom sem dor na consciência.

benefícios da linhaça

Foto: Istock/Getty Images

Quais as diferenças entre a linhaça e a chia?

Por serem duas sementes funcionais e com usos semelhantes, é comum que haja confusão entre a linhaça e a chia. De fato, elas são realmente parecidas, inclusive nutricionalmente. As duas são fontes de fibras solúveis e insolúveis, que prolongam a sensação de saciedade, contribuem para o bom funcionamento do intestino, reduzem o colesterol ruim, entre outros benefícios. No entanto, há diferenças entre elas.

A linhaça, por exemplo, tem um preço menor e é mais facilmente encontrada, além de ser uma aliada das mulheres, por conter substâncias que ajudam no controle dos sintomas da menopausa. Por outro lado, a chia é mais rica em minerais, como cálcio, manganês e fósforo e possui mais antioxidantes, que evitam o envelhecimento precoce.

Também há uma sutil diferença na forma de consumo das duas, uma vez que a chia pode ser consumida inteira, enquanto a linhaça deve preferencialmente ser triturada antes de ser ingerida. De qualquer forma, essas são duas nutritivas e funcionais opções para inserir na dieta e assim garantir uma alimentação mais saudável.

Por que é boa opção para as mulheres?

Os componentes da linhaça ajudam a aliviar os sintomas da tensão pré-menstrual e atua na prevenção do câncer de mama.
O produto tem ainda uma substância chamada lignana, que funciona como substituto do estrógeno, hormônio que tem a produção reduzida na menopausa e, por isso, é boa opção para mulheres que estão sofrendo com as reações desse período.

A linhaça controla o diabetes?

Boa notícia: o alimento é opção natural para controlar e prevenir a diabetes. Por ser fonte de magnésio, a linhaça controla a glicemia e faz com que a insulina seja liberada aos poucos no organismo. Isso evita os picos de glicose.

Receitas Jasmine com Linhaça

Receita de paçoca de gergelim com linhaça dourada
Receita de Pão Integral com Linhaça
Receita de bolo integral orgânico de chocolate, amaranto e linhaça dourada

Sugestão Jasmine

Gostou de saber de todos os benefícios da linhaça para a saúde? O portfólio de produtos da Jasmine conta com opções de farinha de linhaça para você inserir na sua dieta alimentar. A Farinha de Linhaça Dourada Estabilizada e a Farinha de Linhaça Marrom Estabilizada mantêm todos os nutrientes mesmo após a trituração. Se preferir, nossa linha ainda conta com a Linhaça Marrom em Grãos e a Linhaça Dourada em Grãos. E mais: Para quem deseja desfrutar dos benefícios da linhaça e da chia ao mesmo tempo, a Jasmine conta com a exclusiva Linchia, que é um composto feito com as farinhas estabilizadas das duas sementes. Vale lembrar que esses produtos contêm glúten, logo não devem ser consumidos por celíacos.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!