açúcar mascavo
açúcar mascavo

Açúcar mascavo: vantagens em relação ao refinado e ao demerara

por Redação
em 19 de março de 2017

Todo mundo sabe que o açúcar é um dos vilões da alimentação. No entanto, eliminar por completo o ingrediente do cardápio é praticamente impossível. Afinal, como resistir totalmente a esse doce sabor? Para, pelo menos, reduzir ao máximo os efeitos negativos que o produto causa no bom funcionamento do organismo, uma boa alternativa é procurar inserir na dieta tipos mais saudáveis de açúcar. E, quanto a isso, não tenha dúvidas: a melhor opção é o mascavo.

O que é o açúcar mascavo?

De cor marrom ou dourada, esse é o açúcar em sua versão mais bruta, e tem essa tonalidade, justamente, por ainda não ter passado pelo processo químico de refinamento, o que faz com que ele preserve algumas vitaminas e minerais. Por ainda conservar o melaço da cana, o sabor é mais forte, sendo próximo ao da cana-de-açúcar. Isso costuma desagradar algumas pessoas e exige um tempo maior até que haja uma reeducação do paladar.

Por que ele é melhor do que o açúcar branco?

O açúcar refinado branco, tão presente no dia a dia, é resultado de um longo processo químico. Além de passar pela técnica de refinamento, que é responsável por tirar grande parte dos nutrientes presentes em sua versão mais natural, ele ganha essa tonalidade branca devido a aditivos químicos acrescentados na última etapa da fabricação.

LEIA MAIS
Diferenças entre açúcar refinado e açúcar mascavo

Como o açúcar mascavo não passou por esse processo, ele conserva mais das características da cana-de-açúcar. Para se ter ideia, em 100 gramas do mascavo, existem 85 mg de cálcio, 29 mg de magnésio, 22 mg de fósforo e 346 mg de potássio. A mesma quantidade de açúcar refinado conserva cerca de apenas 2 miligramas desses mesmos nutrientes. No entanto, vale dizer que, mesmo no mascavo, esses são números baixos. Afinal, é mascavo, mas continua sendo açúcar.

Quais as principais vantagens do açúcar mascavo?

Por ser menos industrializado do que o açúcar branco e ainda manter boa parte de suas propriedades nutricionais, o açúcar mascavo tem várias vantagens:

• Ele é menos calórico do que o açúcar branco, embora essa não seja uma diferença tão significativa.Uma quantidade de 100 gramas de açúcar mascavo apresenta aproximadamente 375 calorias. Já o açúcar branco contém cerca de 400 calorias.

• Embora sejam baixos os níveis de nutrientes presentes no mascavo, ele ainda possui antioxidantes, que protegem as células do ataque de radicais livres. Os radicais livres são inimigos das células do corpo por colaborarem para o envelhecimento delas e serem responsáveis pelo desenvolvimento de diversas doenças.

• É mais digerível e assimilável no sangue.

Qual a diferença do açúcar mascavo para o açúcar demerara?

O açúcar demerara é um dos tipos mais caros de açúcar e pode ser considerado a versão intermediária entre o mascavo e o branco. De cor marrom-clara, o açúcar demerara passa por um processo mais leve de refinamento e não recebe aditivos químicos. Por essa razão, é uma opção melhor do que o refinado. No entanto, o mascavo ainda é o mais natural.

 Qual a quantidade diária recomendada para o consumo?

De acordo com a Associação Americana do Coração, o recomendado é que homens consumam cerca de 150 calorias por dia vindas do açúcar, enquanto as mulheres devem consumir um máximo de 100 calorias.

LEIA MAIS
Qual a relação entre obesidade e diabetes?

Em 2015, a OMS (Organização Mundial da Saúde) estabeleceu que a quantidade máxima de consumo de açúcar não deve ultrapassar 5% da dieta diária, o que representa 25 gramas por dia. Na prática, isso equivale a cerca de seis colheres de chá ou um pouco menos do que duas colheres de sopa.

O principal cuidado que se deve ter em relação à ingestão de açúcar está ligado ao consumo de produtos industrializados, como refrigerantes. Uma latinha de 350 ml, por exemplo, chega a ter quase 40 gramas de açúcar. Por isso, é essencial que se corte da rotina alimentar esses itens tão prejudiciais à saúde.

Como usar o açúcar mascavo?

Esse tipo de açúcar pode ser utilizado para adoçar qualquer alimento ou receita em que o branco normalmente é usado. É comum, inclusive, que o mascavo faça parte da composição de barras de cereais.

Para quem pretende substituir o açúcar refinado pelo mascavo, uma dica é fazer a troca de forma gradual, para acostumar o paladar. Comece inserindo no preparo de bebidas, como sucos e café com leite. À medida que o sabor se tornar mais agradável, passe a inseri-lo também na preparação de receitas de bolos, tortas e no que mais desejar.

Quem tem diabetes pode consumir esse tipo de açúcar?

O açúcar é responsável por aumentar os níveis de glicose no sangue e, assim, causar hiperglicemia. Por essa razão, seu consumo deve ser feito de forma moderada por quem tem diabetes. O mascavo possui menos carboidratos do que o refinado, mas essa não é uma diferença tão significativa, o que faz com que o açúcar esteja longe de ser uma fonte preferencial de carboidratos. Por essa razão, os mesmos cuidados que o diabético deve ter em relação à ingestão de um tipo de açúcar, deve ter em relação aos outros, incluindo o mascavo.

Como difere de cada pessoa a quantidade máxima que deve consumir de carboidratos diariamente, o ideal é sempre consultar o médico e o nutricionista que acompanha o caso, para que ele indique a quantidade ideal de consumo diário do açúcar.

A dica geral costuma ser: se comeu um doce ou outra receita feita com o açúcar deve cortar outra fonte de carboidratos presente na refeição para que aconteça um equilíbrio.

Veja receitas Jasmine com açúcar mascavo:

Receita de Cocada Integral com Açúcar Mascavo

Receita de bolo integral de banana com passas

Receita de paçoca de gergelim com linhaça dourada

Sugestão Jasmine

Em nossa linha de produtos temos o Açúcar Mascavo Orgânico. Integralmente natural, ele não passa pelo processo industrial de refinamento e não possui nenhum aditivo químico em sua composição, sendo a melhor opção para substituir o açúcar branco, que é tratado quimicamente.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!