raízes saudáveis
raízes saudáveis

Raízes mais saudáveis para incluir na dieta e seus benefícios

por tatiana.barros
em 10 de dezembro de 2017

Um dos segredos para uma alimentação mais saudável é consumir, cada vez mais, produtos naturais. Aqueles vindos direto da terra. Diante dessa ideia, não há produtos melhores para fazer parte da sua rotina alimentar do que as raízes. E não falamos apenas na cenoura e na beterraba quando o assunto é raiz.

Raízes comestíveis para se consumir

Há uma grande variedade de opções, ricas em carboidratos, vitaminas e minerais. Outra grande vantagem é que se trata de alimentos com baixo índice glicêmico, aqueles liberados de forma lenta no nosso sangue. Saiba quais são esses itens para incluir hoje mesmo na sua dieta:

LEIA MAIS
Horta em casa: no solo ou vertical, aprenda como plantar
LEIA MAIS
4 motivos para você escolher alimentos orgânicos

Batata doce

Esse é o alimento de ouro de quem pratica atividades físicas que buscam a hipertrofia. O ideal é consumir no pós-treino, uma vez que se trata de uma fonte de proteína de alto valor biológico. Isso quer dizer que a batata doce é importante para a reparação dos tecidos, o que faz com que os atletas ganhem massa magra. A proteína ainda atua no metabolismo celular e na contração muscular. Essa raiz ainda concentra amido resistente, o que faz com que o organismo absorva mais lentamente e assim prolongue a saciedade, além de evitar os picos de insulina.

Inhame

Existem mais de 200 tipos de inhames. Em comum, eles têm o fato de serem ricos em vitamina B6, potássio e um fito-hormônio chamado diosgenina, que ajuda a controlar o peso corporal. Esse é um alimento especialmente indicado para as mulheres, pois contém substâncias que agem como o estrogênio e, por isso, colabora muito para reduzir os sintomas da TPM e da menopausa. Ele contém ainda propriedades antioxidantes, essenciais para evitarem o envelhecimento precoce.

Mandioca

Uma das raízes mais saborosas e versáteis. A mandioca é rica em fibras, essenciais para o bom funcionamento do intestino. Esse é um alimento ainda que ajuda na liberação de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e pela manutenção do humor.

Batata yacon

Esse tipo de batata tem como destaque os frutooligossacarídeos, que são feitos à base de inulina, e agem como poderosos prébioticos. Isso quer dizer que ele é um bom alimento para bactérias boas intestinais. Esse é ainda um poderoso antioxidante. Vale consumir a batata yacon crua, em saladas, ou ainda em versão farinha. Pode ser adicionada em vitaminas e receitas de bolos, biscoitos e tantas outras.

Gengibre

O poder do gengibre já é reconhecido pela medicina Ayurvédica há milhares de anos. A raiz auxilia a digestão, acelera o metabolismo, colabora para a metabolização das toxinas e reduz seus efeitos nocivos no fígado. Ele ainda tem efeito anti-inflamatório e, por isso, é tão usado no tratamento de gripes e resfriados.

Beterraba

Uma raiz de cor forte e sabor doce, conta com uma alta concentração de antioxidantes e nutrientes com elevado poder medicinal e preventivo. Esse é um vegetal pobre em gorduras, ótimo para quem deseja perder peso. Também é rico em ferro e, por isso, previne e combate casos de anemia e em glutamina, aminoácido que é importante para o bom funcionamento do trato intestinal.

Rabanete

Na Grécia antiga o rabanete já era usado nos tratamentos de doenças. Essa é uma raiz rica em vitamina C, que previne gripes e infecções, retarda o envelhecimento precoce da pele e confere resistência aos ossos e aos dentes. Esse é um bom alimento ainda para reduzir o teor de colesterol ruim (LDL) no sangue.

Cenoura

Além de garantir uma pele mais bronzeada e protegida, a cenoura ainda é uma aliada da saúde cardiovascular. Além disso, seus betacarotenos são convertidos em vitamina A, o que é ótimo para a saúde dos olhos e da visão.

Cebola

Um dos melhores temperos naturais existentes, a cebola é rica em antioxidantes como fenóis e flavonoides, vitaminas A, C e do Complexo B e em minerais. Também possui uma alta concentração de água e fibras, que melhoram o funcionamento do intestino e ajudam a eliminar toxinas do nosso corpo. Ela ainda ajuda no controle do colesterol, promove uma melhor digestão, controla glicemia e, acredite: confere benefícios até mesmo para a pele.

Alho

Com aroma e sabor bem característicos, o alho é uma das preciosidades para se ter na cozinha. Isso porque ele contém alicina, um composto que age como um poderoso antibiótico ao combater micróbios e bactérias que causam doenças respiratórias e digestivas. Alguns estudos mostram ainda que o consumo regular de alho faz com que os vasos sanguíneos se dilatem com mais facilidade, o que ajuda a reduzir a pressão arterial.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!