melhores exercícios físicos
melhores exercícios físicos

Os 5 melhores exercícios físicos de acordo com a Harvard

por tatiana.barros
em 20 de dezembro de 2017

A prática regular de atividades físicas é um dos pilares de uma vida saudável. Diante de tantas modalidades, é comum a dúvida em relação a qual escolher. E um dos exercícios que mais possui adeptos é a corrida de longa distância. Mas será essa a melhor opção? Segundo a Harvard, não! De acordo com a Dra. I-Min Lee, professora de Medicina da Universidade, esse é um esporte que pode resultar em um impacto negativo nas articulações e no sistema digestivo. Se essa pode parecer uma notícia ruim, por outro lado, no mesmo estudo, a especialista listou os cinco melhores exercícios para o corpo.

LEIA MAIS
5 motivos para praticar exercícios funcionais
LEIA MAIS
Atividades físicas para quem não curte academia

O estudo chamado “Starting to Exercise” (“Começando a se exercitar” – na tradução livre) considerou benefícios que essas atividades promovem, como redução do risco de doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão, perda de peso, ganho de músculos, fortalecimento dos ossos e aumento da capacidade cardiorrespiratória e da saúde cerebral.

Melhores exercícios físicos para o corpo

Confira então quais são essas atividades poderosas para garantir uma boa qualidade de vida:

1. Natação

Não é novidade que a natação é considerada um exercício completo. Isso porque, durante a prática, são usados quase todos os músculos do seu corpo, com a grande vantagem de ser uma atividade de impacto quase nulo, uma vez que a água não força as articulações. A prática regular, por cerca de 45 minutos, pode promover o aumento da frequência cardíaca, redução dos riscos de diabetes tipo 2 e acidente vascular cerebral, melhora do humor e manutenção do peso.

2. Tai Chi

Essa é uma arte marcial mais difundida na cultura oriental, uma vez que nasceu na China do século XIII. Ela é resultado da combinação de exercícios de respiração profunda com relaxamento por meio de movimentos suaves. Segundo a professora de Harvard, o tai chi é especialmente indicado para pessoas acima dos 65 anos, uma vez que corrige a postura, melhora o equilíbrio e a mobilidade geral, aumenta a força muscular nas pernas (o que é ótimo para evitar quedas) e promove o bem-estar.

3. Treinamento de força

É considerado exercício de força aquele que utiliza peso livre, halteres ou o próprio corpo. Vale ainda utilizar outros acessórios, como fitas elásticas e pesos nos tornozelos. Segundo o estudo, essas modalidades reduzem a gordura corporal e aumentam a massa magra, além de fortalecerem os músculos e promoverem alta queima de calorias. Por tudo isso, esses treinamentos ajudam na prevenção de doenças como artrite, dor nas costas, obesidade, doenças cardíacas e diabetes.

4. Caminhada

Uma atividade simples, de graça, que qualquer pessoa pode fazer e que ainda confere mil benefícios para a saúde. Motivos para caminhar não faltam! O estudo mostrou que meia hora de caminhada diária pode ajudar a pessoa a ganhar alguns anos a mais de vida e, até mesmo, auxiliar na manutenção da memória e na prevenção da depressão.

5. Exercícios de Kegel

Esses são exercícios que têm como objetivo prevenir ou controlar a incontinência urinária e problemas no piso pélvico. As técnicas consistem na contração e descontração desses músculos, o que pode, inclusive, trazer benefícios para a vida sexual da pessoa. Para isso, deve-se contrair os mesmos músculos que você usaria para segurar o xixi ou um pum e manter por dois ou três segundos. Em seguida, solte e repita mais 10 vezes. Os exercícios devem ser feitos quatro ou cinco vezes por dia.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!