hidroponia
hidroponia

Hidroponia: Conheça a técnica de cultivo na água

por tatiana.barros
em 3 de agosto de 2017

O uso de agrotóxicos nas plantações e seus riscos para saúde e meio ambiente é um assunto recorrente. Por isso, agricultores buscam alternativas de cultivo mais sustentáveis, econômicas e que tragam menor impacto para quem consome os produtos e para o planeta. Entre essas técnicas, destaca-se a hidroponia.

O que é a hidroponia?

O termo tem origem grega e vem da junção de água (hidro) + trabalho (ponia). Como o próprio nome diz, refere-se a um tipo de plantação que é feita na água. Nesse processo, os nutrientes de que as plantas necessitam são dissolvidos. Também podem ser utilizados substratos como cascalho, areia, lã de rocha, serragem, casca de árvore, entre outros.

A alface é o vegetal mais utilizado nesse tipo de plantação, mas diversas espécies podem ser cultivadas dessa forma, como couve, rúcula, berinjela, brócolis, tomate, morango, salsa, repolho, trigo, agrião, pimentão, pepino, e, até mesmo, plantas ornamentais.

LEIA MAIS
DaHorta: projeto ensina cultivo afetivo
LEIA MAIS
Horta em casa: no solo ou vertical, aprenda como plantar

A técnica é comum em países desenvolvidos, como Holanda, Alemanha, Itália, Espanha, Suécia, Japão, Austrália e Estados Unidos e tem se disseminado mundo afora. No Brasil, o cultivo ainda é desconhecido em algumas localidades, mas já aparece em grandes cidades, especialmente na região sudeste.

Quais as vantagens da horta hidropônica?

Veja os principais benefícios desse tipo de cultivo.

  • A horta hidropônica é plantada em estufas e tubos, o que protege as plantações de variações bruscas causadas pelo tempo, como sol em excesso, secas, chuvas fortes e vendavais.
  • Como é feita na água, não há risco de contaminação de pragas e insetos vindos da terra. Com isso, usam-se menos agrotóxicos,  o que é melhor para a saúde do consumidor e para o bolso do agricultor, que não precisa adquirir esse tipo de produto.
  • O planeta também é beneficiado, uma vez que a técnica torna desnecessário o uso de pesticidas e outros agentes químicos, que prejudicam o solo.
  • A horta hidropônica exige um espaço menor para a plantação do que a tradicional.
  • Como não há contato com a terra, os vegetais hidropônicos são mais limpos no momento da colheita.
  • Há um bom controle da qualidade do produto, já que o agricultor precisa administrar e balancear os nutrientes que serão dissolvidos na água.
  • A economia em relação ao consumo de água pode chegar a 70%, em comparação ao plantio convencional.
  • Como os vegetais podem ser plantados em qualquer época do ano, o retorno financeiro para o produtor é mais rápido.

Em contrapartida, esse tipo de cultivo pode apresentar desvantagens para os grandes produtores, porque exige um investimento inicial maior. Antes de plantar, é necessário construir a estufa, preparar os sistemas hidráulicos e elétricos e investir em equipamentos específicos.

hidroponia

Como fazer uma horta hidropônica em casa?

É fácil criar o próprio sistema hidropônico para uma horta caseira. Confira o passo a passo de uma plantação de alface.

  • Faça um zig-zag com canos de PVC levemente inclinados e com furos que comportem bem as folhas de um pé de alface já crescido.
  • Para sustentar os canos na parede, use mãos-francesas.
  • Use fitas abraçadeiras para prender os canos na mão-francesa e servir com um suporte.
  • Utilize um tambor para colocar a água.
  • Você vai precisar também de uma bomba de aquário, com uma mangueira. O equipamento levará a água até o cano mais alto e, depois, trará de volta ao tambor.
  • Um temporizador ou timer é indicado para controlar o funcionamento da bomba.

Como fazer a solução de nutrientes

Você vai precisar ainda de uma solução de nutrientes para a sua plantação. Para isso, é preciso fazer uma mistura de nitrato de sódio, nitrato de cálcio, sulfato de potássio, superfosfato e sais de Epsom em um recipiente limpo.

Separadamente, faça outra mistura com sulfato de ferro, sulfato de manganês, ácido bórico, sulfato de zinco e sulfato de cobre. Soque em pilão.

Em seguida, combine bem as duas misturas.

Dissolva 1 colher de chá da mistura em 1 litro de água para formar a solução fertilizante. Para aplicar na horta, a proporção é de 30 ml de solução para 12 litros de água.

A solução tem validade de 24 horas.

 


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!