Expedição à montanha proibida exige preparação física e alimentação rica em nutrientes

por Redação
em 29 de setembro de 2015

Com o nosso apoio, o curitibano Dino Camargo se prepara para a escalada da Mountain of God, no Himalaia; confira!

Uma equipe de alpinistass vai tentar realizar o feito inédito e histórico de alcançar o topo da Mountain of God, a chamada montanha proibida, no Himalaia. A equipe, que embarca no dia 08 de outubro, é formada por cinco experientes alpinistas de diferentes países, entre eles, o executivo curitibano Dino Camargo, que conta com o nosso apoio e já está em plena preparação para a aventura.

E não é para menos! Esportes radicais e extremos, como é o caso do alpinismo, exigem um ótimo preparo físico e mental. Mais do que nunca, é necessário um cardápio saudável e rico em nutrientes, além da prática de exercícios físicos voltados à superação e, ao mesmo tempo, ao equilíbrio do corpo e da mente.

Apoio Jasmine

Para garantir a energia e a disposição necessárias para chegar ao topo da Mountain of God, Dino Camargo conta com o nosso apoio através do consumo de vários produtos do nosso portfólio, que são importantes fontes de nutrientes tanto para a etapa de preparação, como durante a realização da escalada e conclusão do desafio. “O apoio da Jasmine Alimentos tem sido fundamental para a expedição. Primeiro, pela atenção e incentivo ao esporte extremo e de aventura. Segundo, pela qualidade e funcionalidade dos alimentos que a marca oferece”, comenta.

Segundo o alpinista, a alimentação é fundamental para que o treinamento tenha um rendimento de alto desempenho, pois o corpo precisa estar em plena forma, forte, saudável e muito bem nutrido. “Já na fase da expedição, em altitudes elevadas e em meio a um ambiente hostil com temperaturas negativas, ar rarefeito e longas e estressantes jornadas diárias, a necessidade de uma alimentação rica em nutrientes, variada e funcional é decisiva”, reforça Dino. “A refeição é o principal momento de repor a energia física e psicológica, por isso, é muito importante contar com alimentos nutritivos e também muito saborosos”, acrescenta.

Sobre a Mountain of God

O Beding Go Peak ou Mountain of God, como é conhecida localmente, fica a 6.125m de altitude, em um dos vales escondidos do Himalaia, na fronteira entre o Tibet e o Nepal. A região ainda é pouco explorada e de difícil acesso, já que a escalada da montanha permaneceu proibida por muitos anos pelas autoridades políticas e religiosas da região, sendo liberada apenas recentemente.

“Ninguém nunca chegou ao cume da Mountain of God, então é preciso estar preparado para as condições mais exigentes e técnicas, pois ainda não existe uma rota conhecida. Sabe-se por observação das paredes e inclinação que é, sem dúvida, uma escalada técnica de grande dificuldade”, comenta Camargo.

De acordo com o curitibano, a temperatura ao longo da montanha pode variar entre 5°C até -30°C. “O vento é o maior fator de resfriamento e pode variar muito, desde condições totalmente calmas, e até atingir a força de um furacão no cume”, comenta. “O principal desafio da escalada é controlar a temperatura corporal, porque as condições do tempo podem mudar em questão de minutos”, acrescenta o alpinista.

Preparação Física

Neste período que antecede a expedição à montanha proibida, o curitibano já está investindo em uma alimentação saudável, priorizando o consumo de alguns nutrientes e, também, na prática de exercícios específicos para melhorar a sua resistência aeróbia e anaeróbica, além de aperfeiçoar a sua capacidade cardiovascular.

“A preparação física se concentra muito em corridas, bike e trekking (caminhada em trilhas) com um equipamento pesado. Mas também em força e resistência, que eu tenho treinado com a prática do CrossFit, que oferece os benefícios de ser um exercício funcional e é muito indicado para essas atividades”, conta.

Alimentação

Já no que se refere à alimentação, Dino Camargo tem investido na hidratação e em um cardápio equilibrado, com uma grande diversidade de nutrientes que são fundamentais no período que antecede a escalada. Segundo ele, é importante manter uma alimentação baseada em alimentos ricos em fibras, proteínas, carboidratos, grãos e cereais integrais, além de muitas verduras e frutas, evitando alimentos com alto teor de gordura ou açúcar.

Para o alpinista, a orientação de um nutricionista é importante para equilibrar a dieta e fazer até seis pequenas refeições diárias. Além disso, segundo ele, também existe a necessidade de complementar a alimentação com nutrientes essenciais que não são consumidos em quantidade suficiente em uma dieta normal.

LEIA MAIS
5 motivos para praticar exercícios funcionais
LEIA MAIS
Tipos de corrida: modalidades diferentes para cada perfil

“Alguns produtos da Jasmine que tenho consumido e enriquecem muito a dieta são o 100% Yacon, o 100% Goji e o 100% Levedo. Outros aliados que têm sido fundamentais nessa etapa de preparação, principalmente nos intervalos dos treinos, são os deliciosos Smoothies, as Frutas Crocantes e as Barras de Cereais Super Fruit”, comenta Camargo. “O Trail Marroquino já se tornou um inseparável companheiro das trilhas aqui no Brasil, pois é uma fonte complementar de fibras, vitaminas, proteínas e minerais, além de ter um sabor revigorante”, finaliza.

Fonte: Dino Camargo – Publicitário, Executivo e Alpinista.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!