aula de dança
aula de dança

Aula de dança: faz bem à saúde, ao humor e à autoestima

por Redação
em 20 de junho de 2017

Difícil discordar de que a dança é uma das atividades mais prazerosas que pode existir. Sentir o ritmo e se deixar levar pelos movimentos são uma expressão de liberdade e, ao mesmo tempo, conexão com suas emoções e instintos. Não à toa essa arte está sempre ligada a momentos de festa e alegria. Mas muito mais do que isso, a dança também pode ser uma aliada da saúde física.

A professora de dança Renata Dipp acredita que dançar é a melhor alternativa para queimar calorias com descontração, sem cair na repetitividade comum em outras atividades. “Por isso, quem faz dança muitas vezes nem sente o tempo passar. As aulas sempre misturam exercícios aeróbicos com músicas animadas, independentemente do ritmo escolhido”.

Os benefícios são os mais amplos possíveis. Fisicamente, a dança melhora a coordenação motora, o equilíbrio e a agilidade e trabalha membros como coxas, glúteos, pernas, abdômen e braços. Em relação à saúde emocional, a sensação de bem-estar durante a prática do exercício provoca a liberação de endorfina, que melhora o humor e a autoestima. “Muitas vezes, já na primeira aula, percebemos como os alunos saem diferentes, mais alegres e felizes”, observa Renata.

E o que não faltam são opções de estilos: o desafio é identificar aquele que melhor combina com sua personalidade. Confira alguns dos mais praticados nas academias e escolha o seu:

Dança do ventre

Vista como uma arte que explora a sensualidade, a dança do ventre é uma arte milenar que vai além dessa imagem. Esse é um exercício completo, que trabalha todas as partes do corpo, como quadril, membros superiores e ombros. A prática tem alta queima de calorias, define e enrijece a musculatura, melhora a flexibilidade e aumenta a resistência física. A professora de dança do ventre Gabriela Nogueira, conhecida artisticamente como Mahaila El Helwa, aponta outros benefícios que as aulas conferem ao praticante: “A modalidade traz benefícios psicológicos, uma vez que eleva a autoestima, por trabalhar a feminilidade. A dança ainda é responsável por aumentar a produção de endorfina [o hormônio do prazer], evitando problemas de estresse, ansiedade e depressão”. A profissional garante que há até uma melhora do aparelho digestivo, o que ajuda a reduzir problemas como cólicas menstruais.

Pole dance

Outra modalidade que sempre foi ligada à sensualidade feminina e que, nos últimos tempos, ganhou status fitness. Segundo a professora Olinda Nascimento, o Pole Dance incorpora movimentos de ginástica olímpica, movimentos livres, ballet e dança contemporânea, incluindo posições estáticas e em movimento. “Com isso, o praticante desenvolve força nos membros superiores e inferiores do corpo, nas costas e no abdômen e tonifica todos os músculos do corpo utilizando ele próprio como resistência”. Há um intenso gasto calórico e os resultados são braços, abdômen, pernas e glúteos torneados, além de uma melhora no condicionamento físico. Os movimentos ainda trabalham a confiança da praticante, que se sente mais livre com a autoestima elevada.

aula de dança

Foto: Istock/Getty Images

Afro Vibe

Embora a inspiração dessa dança seja os ritmos musicais de países africanos, como Angola e Costa do Marfim, a dança surgiu nos subúrbios de Paris. A modalidade tem como proposta combinar os movimentos do kuduro com agachamentos e movimentos fitness, o que faz com que se trabalhe todos os músculos do corpo, especialmente pernas e abdômen. Durante dois meses, o professor passa uma coreografia que os alunos devem reproduzir, o que promove estímulos variados e resulta em até 700 calorias eliminadas em uma hora de aula.

Zumba

Uma das modalidades mais procuradas nas academias brasileiras por quem deseja queimar calorias, a Zumba é inspirada em coreografias latinas. O ritmo é superenergizado e trabalha os braços, as pernas e os glúteos. A combinação de ginástica aeróbica e dança melhora o condicionamento físico, a coordenação motora e a frequência cardíaca, combate a retenção de líquidos e aumenta a flexibilidade. Apesar de ser uma atividade intensa, pode ser praticada por pessoas de todas as idades e é uma forma de aliviar o estresse, sociabilizar e ter mais ânimo.

aula de dança

Foto: Istock/Getty Images

Ballet Fitness

Esta modalidade combina o Ballet Clássico com movimentos fitness, trabalhando com o peso do próprio corpo. O ritmo ajuda a queimar calorias, aumentar a oxidação de gordura, melhorar a postura, alongar os músculos, entre outros benefícios. Além do Ballet Fitness, também existe a modalidade Balletball, que reúne a prática do Ballet Clássico com a bola suíça, trabalhando flexibilidade, coordenação, força e postura.

Hip hop

Gênero musical marcado por batidas animadas e movimentos intensos, o hip hop é um dos estilos que mais influencia a música pop atual. Nas aulas, o professor ensina coreografias compostas por movimentos fluidos, uma característica das danças urbanas, e os resultados incluem: aumento do nível de energia e da resistência, construção do tônus muscular, aumento do metabolismo (o que resulta em perda de peso), além de ser um intenso exercício cardiorrespiratório.

Sh’Bam

Essa é uma modalidade indicada para quem não resiste às coreografias exibidas pelas divas do pop em shows e videoclipes. As aulas garantem a queima de muitas calorias ao misturar gêneros musicais como rock, pop, salsa, jazz, disco e hip-hop com passos elaborados, atividades em grupos e um ambiente bem descontraído, que proporciona muita interação, o que é ótimo para pessoas tímidas.

Para quem não está acostumado a praticar atividades físicas, antes de iniciar qualquer exercício, é importante consultar-se com um cardiologista para que ele possa atestar que você está apto a praticar a atividade que deseja. Além disso, uma alimentação saudável e balanceada é essencial para que você tenha força e energia para realizar todos os movimentos que a dança ou qualquer outra modalidade exige.

 Sugestão Jasmine

Para aproveitar ainda mais os benefícios que a dança pode proporcionar à sua saúde física e emocional, uma alimentação saudável é primordial para superar as expectativas desejadas na prática de exercícios. Então, segue a nossa sugestão de produtos Jasmine para você incluir na sua alimentação diária: Arroz IntegralGrain FlakesSuperFrutas e Frutas CrocantesBarras de Cereais e Ativos JasmineConheça todos os nossos produtos!

Leia também
Balletball: novo exercício une força e elegância
4 trocas saudáveis para melhorar o resultado do treino
Dicas de exercícios físicos que ajudam a melhorar a digestão
Conheça os benefícios do Ballet Fitness

 

 

 

 

 


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!