exercícios ao ar livre em SP
exercícios ao ar livre em SP

5 locais para fazer exercícios ao ar livre em SP (além dos parques!)

por Redação
em 17 de fevereiro de 2017

Pode ser que você malhe a semana toda em uma academia e queria de vez em quando respirar o clima da rua ou, talvez, você seja daquelas pessoas que não curtem mesmo andar em esteira e pedalar em ergométricas. Em ambos os casos, a alternativa mais comum em São Paulo são os parques. E a Pauliceia, de fato, tem muitos deles. Mas, que tal expandir o olhar para enxergar outros espaços públicos desta cidade que, cada dia mais, tem convidado os seus moradores a se apropriarem de cada canto dela? Fazer exercícios ao ar livre em SP é, sim, viável e muito divertido.

Locais para fazer exercícios ao ar livre em SP

1. Estádio do Pacaembu

Pista de cooper do Estádio do Pacaembu é ótima para caminhar ou correr sem interrupções (foto: istock)

Pista de cooper do Estádio do Pacaembu é ótima para caminhar ou correr sem interrupções (foto: istock)

Qualquer morador de São Paulo pode usar a pista de cooper que contorna o campo de futebol deste estádio charmoso da cidade. São três opções de percurso: um de 400 metros que circunda apenas as quatro linhas do campo, outro de 600 metros que contorna também o Tobogã, e o  terceiro, de 900 metros, que inclui uma volta pela piscina. Ótimo para caminhar ou correr sem interrupções. No primeiro dia de uso, leve uma cópia do RG, uma de um comprovante de residência e uma foto 2×2 para fazer a carteirinha. É gratuito e a secretaria atende de segunda a sexta-feira das 9h às 12h e das 13h às 16h45. A pista fica aberta das 6h às 22h. Fique atento aos dias de jogos e de outros eventos, em que os horários são alterados. Para mais informações, ligue para (11) 3664-4663.

2. Minhocão

Elevado fica fechado aos carros nos finais de semana (foto: istock)

Elevado fica fechado aos carros nos finais de semana (foto: istock)

Considerado uma “cicatriz urbana”, a estrutura de 2,8 km começa em Perdizes, na zona oeste, e vai até a Praça Roosevelt no centro da capital. Conhecido pelo efeito degradante que exerceu durante décadas por ali – o elevado construído ao lado das janelas dos prédios tirou o sossego e fez com que os imóveis se desvalorizassem -, a área agora tem recebido um novo olhar. E até um novo nome: Parque Minhocão. O espaço é fechado para os carros desde às 15h de sábado e só reabre às 6h30 da segunda-feira. Nos dias úteis, também fica aberto aos pedestres a partir das 21h30 até as 6h30 do dia seguinte. Nesses horários, funciona como espaço de lazer e convivência de milhares de paulistanos, que se apropriaram informal e espontaneamente desse lugar. Dá para correr, pedalar, andar de skate, dançar e, de vez em quando, dar uma paradinha para tomar uma água de coco e admirar os grafites e os jardins verticais que estão se multiplicando na High Line brasileira.

3. Ciclovia do Pinheiros

Ciclovia permeia o rio Pinheiros de um lado e a linha de trem do outro lado (foto: istock)

Ciclovia permeia o rio Pinheiros de um lado e a linha de trem do outro lado (foto: istock)

É um espaço muito bom para quem quer pedalar por um circuito longo, sem interrupções e bem no coração da cidade. No total, são 21,5 km de pista para ciclistas: do Jaguaré (zona oeste) até  Interlagos (zona sul). Todo o percurso margeia de um lado a Linha 9 da CPTM  (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e, do outro, o rio Pinheiros. No total, são seis acessos: na avenida Miguel Yunes, entre as estações Jurubatuba e Autódromo; na estação Jurubatuba; na estação Vila Olímpia; na Estação Santo Amaro, no Parque do Povo e na Cidade Universitária.

O horário de funcionamento da ciclovia é limitado, das 5h30 às 18h30. Durante o horário de verão, vai das 5h às 19h30. É preciso, no entanto, ficar atento para evitar a aproximação e o contato com animais silvestres, como capivaras. Seguranças da CPTM fazem a vigilância da ciclovia com bicicletas e viaturas.

4. Paulista Aberta

Fechado aos carros aos domingos, a avenida mais famosa da cidade vira um imenso parque (foto: istock)

Fechado aos carros aos domingos, a avenida mais famosa da cidade vira um imenso parque (foto: istock)

A avenida mais famosa da cidade se tornou um grande parque desde que, em 2015, a prefeitura instituiu o programa Ruas Abertas, em que, todos os domingos, alguns logradouros de São Paulo ficam fechados para o tráfego motorizado e livres para que a população se aproprie de cada centímetro daquele espaço em que os carros reinam soberanos no restante da semana. Na Paulista, os 2,5 km são inteiramente ocupados por gente de todo canto e de todo tamanho e fazendo todo tipo de coisa. Tem criança aprendendo a pedalar, moças brincando de bambolê, jovens fazendo manobras em seus skates e a terceira idade curtindo aulas de dança. Tudo isso ao som das bandas (que também tem para todos os gostos) e com a chance de tomar uma água de coco e comer um docinho caseiro para repor a energia.

LEIA MAIS
Atividades físicas para quem não curte academia
LEIA MAIS
5 motivos para praticar exercícios funcionais

 

5. Cidade Universitária

A Cidade Universitária aparece como uma "floresta urbana" dentro do caos da metrópole (foto: istock)

A Cidade Universitária aparece como uma “floresta urbana” dentro do caos da metrópole (foto: istock)

Com as ruas e avenidas rodeadas de áreas verdes, o campus da USP é um dos melhores locais para quem quer correr percursos mais extensos. Principalmente aos sábados, quando o movimento de carros e ônibus é bem pequeno, não parece haver lugar ao ar livre mais apropriado para treinar para maratonas e corridas. A volta mais comum entre os corredores é a de 6 Km que passa por toda a extensão da raia olímpica, entra na av. Professor Almeida Prado, segue pela praça Ramos de Azevedo (a Praça do Cavalo), segue pela avenida da FEA (Faculdade de Economia e Administração) até chegar de volta à raia. Aqueles dispostos a encarar subidas, podem enfrentar a rua do Matão. O acesso é liberado de segunda a sexta-feira das 5h às 20h e, aos sábados, das 5h às 14h.

Sugestão Jasmine

Gostou das dicas de locais para fazer exercícios ao ar livre em São Paulo? Acompanhe o nosso site e aproveite outras ideias para aproveitar a cidade de forma saudável e sustentável. E, para curtir o dia com muita energia, leve na mochila produtos como barras de cereais, cookies, superfrutas e snacks como o nosso mix de sementes.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!