Fale Conosco
vida mais tranquila jasmine
vida mais tranquila jasmine

10 dicas simples para ter uma vida mais saudável

por Forte Apache
em 17 de abril de 2021

Encontrar o equilíbrio certo é o segredo para ter uma vida mais saudável. Que tal se inspirar em algumas dicas e descobrir como encontrar o seu próprio equilíbrio? 

Uma pesquisa feita pelo IBOPE revela que 84% dos brasileiros entrevistados procuram uma vida saudável. No entanto, só um terço consegue de fato ter hábitos que colaborem para isso. O estudo mostra que 81% das pessoas querem se alimentar melhor e que, em 2020, durante a pandemia da Covid-19 no Brasil, cresceu em 4,4% o consumo de alimentos in natura como frutas, feijão e hortaliças. Os dados são do Nupens/USP (Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo).

A boa notícia é que existem inúmeras formas de ter uma vida mais saudável, sem exagerar. Olha só:

1. Reeduque seu pensamento

Uma vida saudável envolve não apenas o físico, mas também a mente da pessoa. É muito comum não conseguir se adaptar a uma nova rotina quando você não muda o principal do seu corpo: a mente. Na verdade, com a cabeça saudável, é muito mais fácil criar uma rotina física mais saudável. 

Existem alguns exercícios que podem ajudar nesse processo, como a meditação. Fazer coisas que te relaxem como ouvir música e ler também ajuda. Acredite que você é capaz de mudar e todos os dias repita isso.

E se for possível, um acompanhamento psicológico é muito importante.

organize sua rotina

2. Organize sua rotina

Organizar a rotina é fundamental para conseguir ter uma vida saudável, pois com a correria do dia a dia, se não formos organizados, não damos conta de tudo. Quem trabalha fora, por exemplo, precisa escolher se levará as refeições para o trabalho ou onde comerá durante o dia. E caso a opção seja levar, precisa tirar um tempo para cozinhar e deixar tudo congelado para facilitar sua vida. Separe um caderno para anotar sua rotina: horários de acordar e dormir, opções de refeições e lanches, demandas de trabalho. Já existem também alguns aplicativos que ajudam nessa organização. O ideal é anotar tudo num só lugar, para agilizar.

3. Trace objetivos 

A mudança deve começar aos poucos. Por isso, trace objetivos de pequeno, médio e longo prazo. Defina o que é importante para você. Por exemplo: na primeira semana tirar um tempo para descanso. Depois, fazer 150 minutos de atividades físicas na semana (o recomendado pela OMS). A reeducação é um processo que deve ser feito no seu tempo.

4. Tome água 

Tomar água pode ser um dos seus primeiros objetivos, que tal? Durante muito tempo, 2 litros diários foi considerado o número mágico, mas hoje em dia, a OMS indica 35ml por kg corporal (exemplo: uma pessoa de 40kg beber 1,4l diários, 50kg ingerir 1,75L, 60kg ingerir 2,1l e assim por diante ). 

Se você é o tipo de pessoa que não tem o hábito de beber água, carregue sempre com você uma garrafinha. Dessa forma, será mais fácil lembrar que precisa se hidratar.

5. Não pule refeições

Lembra que estamos falando de rotina? Então, se não criar um processo diário e seguir a longo prazo, não é uma rotina. E isso inclui as refeições, pular o café da manhã, por exemplo, pode fazer mal para o corpo. Quando você está há muito tempo sem comer, a fome se transforma em gula. E com isso, é mais fácil você comer alguma besteira. Tudo é uma questão de organização. Se antes de dormir você deixar a mesa do café da manhã pré-pronta, no outro dia bastará apenas passar o café e comer. Vale também pensar nas opções de lanche para consumir durante o dia.

6. Atividades físicas não precisam ter horas de dedicação

Durante a pandemia, aumentou o número de brasileiros que praticam algum tipo de atividade física. Existem inúmeras opções, desde treinamento em casa, até caminhada, corrida e academia. Se você não tem costume de fazer exercício, comece com pequenas doses. Treinos de 12, 15 ou 30 minutos podem trazer tantos benefícios quanto a prática diária de uma hora em academia. Já mencionamos o número mágico recomendado pela OMS: 150 minutos semanais de atividade moderada, o que equivale a mais ou menos 20 minutos diários. Encontre algo que você goste e com certeza esse tempo passará muito rápido.

7. Faça refeições leves

É muito boa a sensação de comer, não ficar com fome e mesmo assim não se sentir inchada. Principalmente à noite, opte por fazer refeições que incluam frutas, verduras, legumes ou carnes brancas. Aqui falamos sobre os nutrientes essenciais para uma alimentação saudável.

8. Saiba o que comprar no mercado

Nunca vá ao mercado com fome, pois as chances de você comprar coisas desnecessárias são grandes. Escolha produtos que variem entre o integral, orgânico, sem glúten e zero açúcar.

9. Vá ao médico

Saiba como está a saúde do seu corpo. O ideal é uma vez ao ano fazer um check-up. Se possível, também vá ao nutricionista. Dessa forma, manter uma alimentação saudável será mais simples.

10. Não se cobre tanto

Crescemos acostumados a um estilo de vida. Então, quando precisamos mudar, isso gera um grande impacto. Não se cobre por não conseguir mudar da noite para o dia. Trace suas metas, se organize e saiba que você é capaz de atingir a transformação que estabeleceu para si mesmo! 

Gostou das nossas dicas? No nosso blog você tem muita informação. Acesse.

 


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!