alimentos que ajudam a memoria
alimentos que ajudam a memoria

Alimentos que ajudam a memória e a concentração

por Redação
em 24 de fevereiro de 2015

Quem nunca esqueceu um nome, um endereço ou uma data importante, não é mesmo? No corre-corre do dia a dia a memória pode falhar e até nos colocar em algumas “saias justas”. Entre os principais fatores, a idade acaba sendo vista como inimiga da boa memória, mas não é a única, a alimentação inadequada também pode contribuir para os famosos “brancos”.

LEIA MAIS
Exercícios físicos que ajudam a melhorar a memória
LEIA MAIS
Quais são os alimentos que causam e os que evitam enxaqueca

Por isso, um cardápio bem elaborado pode tornar os lapsos de memória mais raros. Afinal, manter um hábito alimentar saudável significa alimentar a mente, turbinar a memória e melhorar a capacidade de concentração e armazenamento de informações.

Alimentos que ajudam a memória

Algumas vitaminas, minerais e nutrientes são indispensáveis no cardápio de quem deseja reforçar a memória e melhorar a capacidade de concentração. Confira algumas dicas do que não pode faltar no cardápio para ter uma boa memória.

• Vitaminas do complexo B

Fornecem energia, auxiliam na comunicação entre os neurônios e contribuem para a melhora da memória. Essas vitaminas podem ser encontradas em carnes magras, cereais, nozes, verduras, farinha de trigo integral, grãos integrais, legumes, vegetais verdes, leite e derivados, ovos e levedo de cerveja.

• Ômega 3

Encontrado em peixes de água salgada, como o salmão e a sardinha, o ômega 3 facilita a comunicação entre os neurônios, melhora a capacidade de concentração e a memória. Frutas oleaginosas, linhaça, chia, azeite de oliva extravirgem e óleo de coco também são ricos no nutriente.

• Antioxidantes

Protegem os neurônios contra a ação dos radicais livres. São encontrados em sementes, grãos e em grande parte das frutas. Como é o caso da laranja, que é rica em vitamina C, um antioxidantes natural, e das frutas vermelhas, como a framboesa, o morango, a cereja, a amora, a goji berry, e a cranberry.

• Ferro

É o mineral responsável pela produção de hemoglobina, oxigena o sangue e o cérebro, fortalecendo o metabolismo e fornecendo energia. Invista em vegetais como espinafre, rabanete, brócolis e crucíferos.

• Carboidratos complexos

Presentes em cereais integrais, os carboidratos complexos estimulam a produção de glicose de forma gradativa, evitando picos de glicemia e, consequentemente, favorecendo a capacidade de concentração devido a produção controlada de energia.

• Estimulantes

Alimentos que conferem energia extra ao organismo e atuam como estimulantes do cérebro também ajudam na memória. É o caso do café, do chocolate e das especiarias, como canela e açafrão.

Exercícios também podem ajudar a memória

A prática de exercícios físicos proporciona grandes benefícios para o nosso corpo, mas, além disso, ela também pode ajudar a melhorar a memória. Para entender melhor como podemos aumentar a nossa disposição física e mental, convidamos o preparador físico, Allan Menache, que também é treinador físico do surfista profissional brasileiro e campeão mundial de surf da ASP World Tour de 2014, Gabriel Medina.

Segundo Menache, qualquer atividade física estimula a nossa memória. Mas, em especial, os exercícios aeróbios, pela capacidade de oxigenar o cérebro e combater doenças que prejudicam a memória.

“Tarefas de associação e tempo de reação também terão uma ação direta no nível de prontidão. Exercitar o corpo faz com que o cérebro retarde seu processo de envelhecimento e degeneração das partes branca e cinzenta, responsáveis pela cognição”, explica o preparador físico.

As sessões de treinamento aeróbio devem ser feitas no mínimo 30 minutos por dia, incluindo tarefas de associação e tempo de reação sempre que possível. “Com duas a três semanas já é possível notar a melhora na condição física e mental e também na disposição em geral”, afirma.

Algum dos exercícios indicados por Menache também fazem parte da rotina de preparo do surfista Gabriel Medina. Segundo ele, fazem parte do treino as tarefas de associação e tempo de reação, que Medina pratica em toda sessão de treino.

Dicas de exercícios

Confira as dicas de exercícios selecionadas pelo preparador físico Allan Menache para melhorar a memória!

1. Exercício 1
Em pé e com a coluna reta, abra os braços em posição de cruz e segure o FLEXI-BAR® (barra oscilatória) com uma das mãos. Com o auxílio da barra faça o movimento vibratório, estabilizando o core (músculos abdominais) e elevando, à frente, um dos joelhos na altura do quadril. Contraia o abdômen. Ao final de 6 repetições alterne o lado. Faça três séries.

Exercicio 1.1Exercicio 1.2

2. Exercício 2
Deitado lateralmente no solo, coluna reta e quadril encaixado, mantenha o core em posição de prancha. Mantenha um dos braços flexionado e apoiado no chão, o outro deverá segurar o FLEXI-BAR® (barra oscilatória). Execute os movimentos oscilatórios e eleve o braço para cima e para frente. Na posição final o braço e o tronco deverão estar alinhados. Ao final de 6 repetições alterne o lado. Faça três séries.

Exercicio 2.1 (2)Exercicio 2.2

3. Exercício 3
Em pé, com os joelhos e quadril semiflexionados, incline para frente o tronco. É importante manter o core e a lombar encaixado para evitar lesões. Estenda os braços na altura das orelhas e segure com as duas mãos a barra oscilatória.

Exercicio 3

Essa inclinação proporciona uma ótima ativação do glúteo e da coxa, além de ativar por completo o core. A parte posterior do ombro, costas e antebraços sofrerá maior fadiga, já que os movimentos com a barra exigem uma maior concentração. O próprio tríceps será bem recrutado. Faça três series de 6 repetições.

Sugestão Jasmine

Em nossas linhas Superfrutas, Funcionallis e de Ativos, você encontra produtos ricos em antioxidantes e vitaminas do complexo B. Confira!

 


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!