tipos de frutas
tipos de frutas

Conheça os tipos de frutas e seus benefícios

por aretha.yarak
em 13 de setembro de 2017

Elas existem de diversas cores e podem ser doces, ácidas e até azedas. Algumas são conhecidas por sua suculência, outras pela quantidade de fibras ou seu alto teor calórico. Fontes de vitaminas e sais minerais, todos os tipos de frutas são altamente nutritivos. De acordo com algumas características, podem ser classificadas em cinco grandes categorias. E cada tipo de fruta pode ajudar em um momento do dia, como se preparar para a academia ou até mesmo hidratar nos dias quentes de verão.

O consumo regular de frutas ajuda a fortalecer o sistema imunológico e garante a oferta de nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do organismo. Além das vitaminas e sais minerais, esses alimentos possuem ainda flavonoides, antioxidantes, entre outros nutrientes, que ajudam na prevenção de condições como doenças cardiovasculares, diabetes e indigestão.

O consumo diário desse alimento basicamente evita a deficiência de minerais e vitaminas e quaisquer sintomas que possam estar associados à carência desses nutrientes. As frutas ainda são ricas em fibra e água, que ajudam no bom funcionamento do trato digestivo. E podem ainda ajudar a emagrecer, já que suprem a necessidade (e a vontade) de comer doces.

Características dos tipos de frutas

Frutas ácidas

As frutas desta categoria possuem os ácidos mais fortes. Também chamadas de cítricas, são uma excelente fonte de vitamina C e de antioxidantes, o que ajuda a fortalecer o sistema imune e a prevenir algumas condições infecciosas, como gripes e resfriados.

LEIA MAIS
Blueberry: a fruta da juventude e que faz bem para a visão
LEIA MAIS
A verdade sobre as frutas e superfrutas na dieta

O suco de limão é bastante recomendado para melhorar a digestão e também para reduzir os riscos de formação de pedras no rim. Mas essas frutas não são indicadas para pessoas que estão com azia.

“O excesso do consumo desse tipo de fruta não costuma trazer problemas para o organismo, mas é preciso avaliar a reação de cada pessoa”, avalia a nutricionista Esther Vitorazzi. Pessoas com tendência a gastrites, por exemplo, podem ter que reduzir a quantidade se começarem a apresentar problemas por causa da acidez da fruta.

Conheça as principais frutas desta categoria.

Limão: Fonte de vitamina C, cálcio, fósforo, magnésio, potássio, entre outros. É considerada uma das frutas cítricas com maior poder detox. Acredita-se que seja benéfica para prevenção de problemas cardiovasculares e para o funcionamento do intestino.

Laranja: Contém mais de 150 fitonutrientes, bioflavonoides, pectina, vitamina C e cálcio. Fortalece o sistema imune, ajuda no controle do colesterol, no processo de digestão e em casos de constipação, especialmente se for consumida com o bagaço.

Abacaxi: Contém cálcio, vitamina C, magnésio, potássio e betacaroteno. Fortalece o sistema imune, é benéfico para trato urinário e para a digestão e tem leve ação laxativa.

Morango: Fonte de vitamina C, manganês, ferro e cobre. Fortalece a defesa natural do organismo, ajuda a reduzir o colesterol ruim e alguns estudos apontam que tem papel no controle de alguns tipos de câncer.

Frutas semiácidas

Entre todos os tipos de fruta, essa categoria engloba aquelas que contêm ácidos mais simples e mais fracos. Elas estão em um faixa intermediária entre as ácidas e as doces. As frutas dessa categoria costumam ser indicadas para a prevenção ou controle de diversas condições.

Manga: Fonte de vitamina C, betacaroteno, cálcio e potássio. Fortalece o sistema imune, controla o colesterol ruim e ajuda na digestão.

Maçã: Fonte de vitamina C, magnésio, potássio, ferro, fósforo, entre outros. Sua fibra é benéfica para o bom funcionamento do sistema digestório e também ajuda a fortalecer o sistema imune.

Blueberry: Fonte de antioxidantes, fitonutrientes, vitamina C, vitamina K e ferro. Benéfica para o trato urinário e para combater os desgastes dos tecidos causados pelo envelhecimento.

Pêssego: Fonte de vitamina C, vitamina E, potássio, cálcio e betacaroteno. Tem função laxativa e diurética e também auxilia a digestão.

Frutas doces

A principal característica desse grupo é o alto teor do açúcar típico das frutas, a frutose. “Se consumidas em excesso, elas podem aumentar os níveis de glicemia”, comenta Esther. Por isso, esse tipo de fruta deve ser consumido com alguma fonte de fibra (como aveia) ou semente (como chia e linhaça), para controlar os níveis de glicose no sangue.

Entre as frutas desse grupo, a banana é uma das mais consumidas, especialmente por quem procura uma fonte extra de energia de maneira natural e saudável. “Mas, como é rica em carboidratos, pode gerar hiperglicemia em algumas pessoas”, alerta Esther. Por isso, se você está pensando em apostar na banana antes do exercício físico, o mais indicado é consultar uma nutricionista funcional.

Banana: Rica em vitamina C, manganês, potássio, cobre e magnésio. Previne câimbras e oferece energia extra antes de atividades físicas, tem fácil digestão.

Mamão papaia: Contém altos teores de betacaroteno, potássio, vitamina C, cálcio e fósforo. Ajuda no processo digestivo e na queima de gorduras.

Frutas hiper-hídricas

Mais de 90% da composição desses alimentos é de água. São uma ótima opção para os dias quentes e em casos de desidratação, mas não devem substituir o consumo de água.

Melancia: Fonte de betacaroteno, vitamina C e cobre. Auxilia na hidratação e no processo de limpeza do organismo.

Melão: Rico em betacaroteno, vitamina C, B3, potássio e cobre. Ajuda a fortalecer o sistema imune, na hidratação e na limpeza do organismo.

Frutas oleaginosas

“Elas são ricas em gorduras saudáveis, como ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados”, afirma Esther. Essas frutas são indicadas para pessoas que precisam controlar o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL). Também ajudam a prevenir doenças cardiovasculares.

“Ajudam ainda no controle da saciedade”, completa. Apesar dos benefícios, devem ser consumidas com bastante moderação, porque são muito calóricas.

Abacate: Fonte de vitamina E, proteínas, ferro e cobre. É benéfico para o fígado e para o controle dos níveis de colesterol.

Amêndoa: Ricas em antioxidantes, gorduras monoinsaturadas, vitaminas B1 e E e em minerais. Tem ação protetora contra doenças cardiovasculares.

Nozes: Fontes de ômega 3, também têm alto teor de vitamina E, o que é importante para proteger os vasos sanguíneos e controlar a pressão arterial.

Castanha-do-Pará:  É a maior fonte de selênio conhecida. O mineral atua na inativação dos radicais livres, ativa os hormônios da tireoide, contribui para a desintoxicação do organismo e fortalece o sistema imunológico.

Castanha-de-caju: É boa fonte de zinco, o que ajuda a prevenir anemia. As gorduras poli-insaturadas dessa oleaginosa reduzem os níveis colesterol ruim e elevam as taxas de colesterol bom.

O que são frutas secas e frutas cristalizadas?

A fruta seca é produzida por um processo de desidratação, que pode ser feito de maneira natural ou artificial. Embora a água seja retirada da composição do alimento, boa parte dos sais mineiras e vitaminas são preservados. Portanto, as frutas secas podem ser uma alternativa saudável para o lanche ou mesmo para incrementar uma receita. “As frutas desidratadas têm alto índice glicêmico. Por isso, precisam ser acrescentadas no plano alimentar com um pouco de cuidado”, alerta Esther.

Como a água é retirada da sua composição, o tamanho da fruta diminui. Isso significa que ela terá também uma maior concentração dos seus nutrientes em pedaços menores. Só que também tem teores mais concentrados de açúcar e calorias, o que exige moderação no consumo.

As frutas secas têm uma vantagem muito importante: são mais resistentes ao tempo e podem ser guardadas por um período mais longo. Com esse processo, é possível consumir frutas fora da época ou que não são cultivadas em abundância no país.

Ao contrário das frutas desidratadas, as cristalizadas têm adição de açúcar no processo, podem ser cozidas e perdem boa parte dos seus nutrientes.

Sugestão Jasmine

Gostou de saber dos benefícios de cada tipo de fruta? No portfólio de produtos da Jasmine você encontra o Mix Fruits, um snack natural de cranberry e blueberry desidratadas em suco de maçã, goji berry desidratada, uva-passa, maçã desidratada em cubos, sem adição de conservantes, aromas ou corantes e prontas para o consumo. A linha da Jasmine inclui ainda a Maçã Crocante, Banana Crocante, Goji Berries e Cranberries.

Para potencializar os efeitos dessas frutas, vale ainda acrescentar alguns complementos como a Chia, a Granola ou a Linhaça Jasmine. Experimente polvilhar os grãos sobre uma salada de frutas.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!