flora intestinal
flora intestinal

Flora intestinal: como cuidar do nosso “segundo cérebro”

por aretha.yarak
em 7 de setembro de 2017

Sabia que a maior parte da sua felicidade vem da barriga? Metade da dopamina e cerca de 90% da serotonina que circulam pelo seu corpo para gerar bem-estar são produzidas dentro do intestino. O órgão é tão importante na transmissão e controle de informações, que é chamado por cientistas e médicos de o “segundo cérebro”. E para mantê-lo equilibrado e funcionando adequadamente é fundamental cuidar da saúde da sua flora intestinal.

O intestino é responsável pela liberação de mais de 30 mensageiros químicos, que transmitem informação de um lado para o outro e na comunicação do corpo com o cérebro. Para que tudo isso ocorra com eficácia, existe uma complexa rede de neurônios nesse órgão do sistema digestivo.

O que é a flora intestinal?

Estima-se que existam cerca de 100 trilhões de bactérias dentro do intestino – montante que representa algo em torno de dois a três quilos do peso total de uma pessoa. Essa microbiota vive em simbiose com o sistema digestivo: recebe abrigo e nutrientes e, em troca, ajuda na digestão de alguns alimentos e na regulação do organismo. Há até alguns anos, acreditava-se que esse era o único papel da flora intestinal.

Uma série de pesquisas recentes, no entanto, vem descobrindo que essas bactérias funcionam quase como um “terceiro cérebro”. Elas produzem substâncias que participam ativamente da comunicação entre cérebro e intestino. Podem ainda interferir na nossa predisposição a doenças e até influenciar emoções, sentimentos e comportamentos.

LEIA MAIS
Aveia: tipos de consumo do cereal que regula o intestino
LEIA MAIS
Gergelim: bom para os ossos e o intestino

É claro que o intestino mantém como função principal o controle do processo de digestão e excreção. Mas ele é ainda responsável pelo controle dos anticorpos, decidindo, por exemplo, quais bactérias têm autorização para morar dentro da gente.

Como repor a flora intestinal?

A melhor forma de cuidar da sua flora intestinal é adotando hábitos saudáveis e mantendo uma alimentação natural e equilibrada. Alguns alimentos são, no entanto, ricos em nutrientes que ajudam a manter o sistema digestivo trabalhando a pleno vapor.

Em linhas gerais, esse nutrientes são encontrados nos grupos dos fermentados, das verduras e das frutas ricas em fibras. Casos mais sérios de problemas digestivos precisam de acompanhamento médico, até mesmo para a ingestão de iogurtes e probióticos.

Veja como escolher alimentos que ajudam a manter a flora intestinal sempre saudável.

Iogurtes com probióticos –Esses nutrientes estimulam a multiplicação das bactérias e melhoram a absorção de nutrientes em geral. São indicados para pessoas que sofreram algum tipo de desconforto gastrintestinal, como diarreia ou constipação, e estão com deficiência da microbiota.

Fibras – Uma dieta pobre em fibras desregula o intestino e pode causar perda de parte das bactérias intestinais. Quando a flora perde variedade desses microrganismos, a absorção de nutrientes também é prejudicada. Alimentos como feijão, soja, vegetais de folhas escuras, frutas, cereais integrais e aveia ajudam a garantir a cota necessária de fibras.

Cereais integrais – Além de serem ricos em fibras, contêm alguns carboidratos que são absorvidos apenas quando chegam ao intestino grosso. Assim, promovem o crescimento de alguns tipos de bactérias que vivem nessa parte do órgão. O ideal é substituir as versões refinadas dos cereais pelas integrais. O consumo regular de arroz integral, aveia, chia, linhaça e granola, entre outros alimentos, ajuda o intestino a funcionar bem.

Vegetais e legumes – Dietas vegetarianas, por seu alto teor de fibras, são extremamente benéficas para o equilíbrio e saúde da flora intestinal.

Polifenóis – São encontrados em alimentos como chocolate amargo, uvas, amêndoas, cebola e brócolis. As células do sistema digestivo não conseguem digerir e absorver com eficiência esse composto. Por isso, parte da sua metabolização acaba ficando à cargo das bactérias da microbiota, o que favorece seu crescimento.

Sugestão Jasmine

Quer aumentar o consumo de fibras na sua dieta? A Jasmine conta com diversas opções de produtos ricos nesses nutrientes. O Grain Flakes Tradicional é uma granola integral rica em fibras, que contém flocos de aveia, flocos de milho, melado de cana, uva-passa, óleos vegetais, flocos de arroz e germe de trigo, entre outros ingredientes. A Chia em grãos Jasmine vem pronta para consumo, auxilia na redução de peso e pode ser consumida de diversas formas. Para preparar receitas ricas em fibras, escolha a Farinha de Trigo Integral Orgânica, a Fibra de Trigo, a Aveia em Flocos Finos e o Arroz Integral.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!