emagrecer no inverno
emagrecer no inverno

Emagrecer no inverno: como deixar seus pratos menos calóricos

por tatiana.barros
em 21 de julho de 2017

Todo ano é a mesma coisa: no verão, as academias estão lotadas de pessoas buscando perder peso. Meses depois, os mesmos ambientes ficam mais vazios, por causa do desânimo para se exercitar no frio. O que muita gente não sabe é que emagrecer no inverno é muito mais fácil do que em qualquer outra época do ano. Isso mesmo! A explicação é bem simples: Com a temperatura mais baixa, o metabolismo acelera, para que o corpo mantenha a temperatura interna constante, e isso significa mais gasto de energia. O objetivo de emagrecer no inverno, no entanto, enfrenta dois obstáculos: a preguiça de manter o ritmo nos exercícios e o consumo de comidas muito mais calóricas.

Como deixar os pratos leves e emagrecer no inverno

Confira algumas trocas que você pode fazer durante a estação mais fria do ano, para manter a forma sem deixar de comer todos os pratos deliciosos.

Massas

Como nosso corpo precisa trabalhar mais para manter a temperatura, é comum que haja uma necessidade maior de consumir alimentos ricos em carboidratos. A dica é escolher fontes de carboidratos complexos, como as massas integrais. São mais saudáveis, por conter fibras, e ainda prolongam a saciedade.

Ao preparar o molho para acompanhar a massa, evite aqueles à base de queijos e cremes, que são muito mais calóricos. Substitua por molhos à base de vegetais, como o clássico de tomate, que são mais leves.

LEIA MAIS
Atividade física no inverno: benefícios de se exercitar em dias frios
LEIA MAIS
Dicas de alimentação para enfrentar o inverno com saúde

Queijos

Uma lareira, vinho e queijos. Esse trio é sinônimo de uma noite de inverno bem romântica. Como os queijos amarelos são bem calóricos e gordurosos, prefira os queijos brancos, como a ricota e o queijo minas, que são mais magros.

Sopas cremosas

Nada melhor do que uma sopa bem quentinha para esquentar o corpo nos dias mais frios. No entanto, resista à tentação de investir naquelas receitas cheias de creme de leite ou que levam queijos. Opte por sopas de legumes variados – você pode bater a sopa no liquidificador para ficar cremosa. Acrescente alguma proteína, como carne vermelha, frango ou tofu. Para deixá-la ainda mais nutritiva, inclua linhaça ou quinoa, dois cereais ricos em fibras, que conferem maior saciedade.

Fondue

Um dos pratos mais apreciados no inverno, o fondue é praticamente uma bomba calórica. Mas não precisa ser assim, se você fizer algumas substituições. Aposte em filés de carne ou legumes com queijo branco derretido. Para preparar o fondue doce, use chocolate meio amargo e sirva acompanhado apenas de frutas, como uvas e morangos.

Bebidas

Chocolate quente e cappuccino, cobertos por chantilly ou marshmallow. Salivou só de ler isso? Pois pense na quantidade de calorias que essas bebidas concentram. Se você não resiste a um chocolate bem aquecido, prefira sempre o meio amargo, que tem uma maior concentração de cacau. Vale ainda variar as bebidas quentes. Uma boa opção é aquecer a bebida vegetal de arroz com amêndoas ou de aveia com canela e açúcar mascavo. Um chá é sempre bem-vindo, pois aquece, fortalece o sistema imunológico e previne diversas doenças. Se não for adoçado, não tem calorias.

Agora já sabe: não é preciso passar vontade para emagrecer no inverno. O mais importante é fazer substituições saudáveis e inteligentes.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!