dieta para diabetes
dieta para diabetes

Dieta para diabetes: O que os diabéticos devem comer e o que evitar

por tatiana.barros
em 16 de agosto de 2017

O Brasil tem 12 milhões de diabéticos, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). O diabetes é uma doença crônica, que exige tratamento constante, não apenas baseado em medicação mas principalmente em uma modificação no estilo de vida. Alimentação balanceada, sempre sob supervisão de um especialista, e atividades físicas são fatores bem importantes para o controle da doença.

Dieta para diabetes

Quando se fala na alimentação de diabéticos, existe a ideia de que a dieta deve ser bem limitada. Na verdade, é exatamento o contrário. É importante que a dieta para diabetes seja bem variada, composta por alimentos naturais, que colaborem para estabilizar o nível glicêmico do sangue.

LEIA MAIS
Qual a relação entre obesidade e diabetes?
LEIA MAIS
Dislipidemia: Como prevenir a doença do colesterol alto

Confira os pontos mais importantes da dieta.

  • O café da manhã é a principal refeição para todas as pessoas, especialmente para os diabéticos. A refeição ajuda a evitar ganho de peso, pois ajuda a regular a sensação de saciedade durante o dia. É essencial ao diabético não pular nenhuma refeição.
  • A banana está liberada na dieta, porque é uma fruta rica em fibras e minerais, como potássio e magnésio. Ela precisa ser ingerida, no entanto, dentro de uma dieta equilibrada e um especialista deve indicar qual a quantidade que pode ser consumida semanalmente.
  • O consumo de sal deve ser o menor possível. Isso porque o sódio faz com que o coração bombeie sangue mais rapidamente, o que leva a um aumento da pressão sanguínea.
  • É indicado fazer refeições fracionadas durante o dia. Com isso, a pessoa mantém equilibrado o nível de açúcar no sangue e evita o consumo de quantidades exageradas de alimento, algo comum quando se passa muito tempo sem comer.
  • Frituras devem ser deixadas de lado e dar lugar para alimentos assados e grelhados.
  • Os produtos diet não estão totalmente liberados. Eles também possuem carboidratos, que elevam o nível glicêmico do sangue. Devem ser consumidos sob orientação de um especialista.
  • As frutas são essenciais na dieta de quem tem diabetes e aquelas que têm bagaço são ainda melhores, pois são ricas em fibras, que conferem maior saciedade.  Devem ser consumidas com moderação, de preferência ao natural. As menos calóricas são melhores opções.
  • Evite consumir frutas em forma de suco. Durante o preparo são usadas muito mais frutas para uma porção. Além disso, as fibras ficam de lado nesse tipo de preparação e são elas que ajudam a diminuir a absorção do açúcar pelo organismo.
  • Substitua o leite integral pelo desnatado, que tem menos gordura. O mesmo vale para os derivados.
  • A carne vermelha é muito importante na dieta, por causa da grande quantidade de proteínas, ferro e vitamina B12. Mas prefira os cortes magros, que possuem menos gordura saturada, como o lagarto, o patinho e a alcatra.
  • Entre as carnes brancas, o peixe é o mais indicado, especialmente o salmão e a sardinha, fontes de ômega 3.

Sugestões de alimentos que não podem faltar na dieta para diabetes

Confira o que está liberado na alimentação de quem tem a doença.

Legumes e verduras

Quanto mais, melhor! Invista na maior variedade possível desses vegetais. Um prato bem colorido é sinônimo de riqueza de nutrientes, como fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Grãos integrais

Quinoa, chia, linhaça e outros grãos são aliados da saúde. Eles colaboram para o controle das taxas glicêmicas e suas fibras promovem maior saciedade, o que é importante para a manutenção do peso.

Batata doce

Aliado de quem pratica atividades físicas, esse tubérculo possui um baixo índice glicêmico. Isso quer dizer que seus carboidratos são absorvidos lentamente pelo organismo, o que ajuda no controle da doença.

Leguminosas

Alimentos como o feijão, a lentilha e o grão-de-bico também não podem faltar na dieta. Eles também ajudam a evitar as oscilações nos níveis de glicose no sangue, além de serem fontes de fibras solúveis, antioxidantes, vitaminas e proteínas. O feijão preto ainda colabora para a redução do colesterol e dos triglicérides.

Canela

Essa especiaria aumenta a sensibilidade à insulina e é importante no combate ao colesterol ruim (LDL). Por ter ação termogênica, a canela ainda é bem-vinda na dieta de quem precisa perder peso.

Gorduras saudáveis

Gorduras são importantes fontes de energia para o organismo e também atuam na síntese de hormônios. Mas é preciso escolher versões saudáveis, que são fontes de ômega 3 e de outros ácidos graxos. Boas escolhas são alimentos como abacate, nozes, amêndoas, castanhas, óleo de coco e azeite de oliva. Atenção: esses alimentos são bem calóricos e devem ser consumidos com moderação.

Maçã

A fruta concentra na casca uma fibra chamada pectina, importante para o controle da glicemia e para reduzir o mau colesterol. A maçã ainda tem baixo índice glicêmico.

Aveia

A aveia é rica em uma fibra solúvel chamada beta-glucana, que aumenta a sensibilidade à insulina e evita os picos de açúcar no sangue.

Sugestão Jasmine

Para ajudar a manter uma dieta saudável, a Jasmine investe em alimentos que são grandes aliados de quem tem diabetes. Alguns exemplos são a chia, a linhaça, o farelo de aveia e a quinoa. Conheça nossa linha completa de produtos.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!