compulsao alimentar
compulsao alimentar

Alimentos que ajudam a controlar a compulsão alimentar

por Redação
em 13 de março de 2017

No início até parece uma fome incontrolada, mesmo. Dá vontade de comer tudo o que vê pela frente. Depois de um tempo e de tanta comida, já dá para desconfiar que alguma coisa está errada. Não é só fome. Aquele desejo imensurável de comer tem a ver com a sensação de prazer que vem quase que automaticamente e, depois dela, com o sentimento de culpa e frustração por ter sucumbido à terceira taça de sorvete do dia ou ao quinto pedaço de pizza da noite.

Isso se chama Transtorno de Compulsão Alimentar (TCA): além do aumento anormal do apetite (hiperfagia) e do sentimento de culpa por comer sem parar, a doença causa oscilação de humor, ansiedade e estresse. “É comum também que a pessoa com TCA comece a comer sozinho, para esconder o ‘volume consumido’”, explica a nutricionista Michelle Carmelo.

O transtorno também não aparece sem explicação. Os sintomas da compulsão alimentar costumam surgir em decorrência de problemas psíquicos, como traumas emocionais, isolamento social e falta de autoestima, ou como consequência de comportamentos alimentares equivocados, como dietas feitas de forma errada ou alimentação pouco saudável.

O indicado, na presença dos sintomas acima, é procurar um médico ou nutricionista para que o diagnóstico seja confirmado. Mas, até como forma de prevenção à compulsão alimentar, a nutricionista elaborou uma lista de alimentos que ajudam a evitar esse desejo insaciável por comida. Confira abaixo

Alimentos para controlar a compulsão por comida

Grãos integrais e feijão: ricos em vitaminas do complexo B, como B6 e B9, eles ajudam a diminuir os sintomas de ansiedade

Vitamina C: acerola, abacaxi, limão, tomate e pimentão, por exemplo, são ricos em em vitamina C, que reduz o nível de cortisol (hormônio relacionado ao estresse e ansiedade)

Carboidratos integrais: aveia, quinoa, massas e frutas como maçã e pera são fontes de carboidratos saudáveis que atuam aumentando a glicose sanguínea, o que gera energia e bem-estar.

Cúrcuma: essa especiaria faz com que aumente o nível de serotonina, conhecido como hormônio da felicidade por desempenhar um papel fundamental no humor, no apetite, no sono, na memória, na aprendizagem e até no comportamento sexual. O indicado é acrescentar uma colher de sopa diariamente às refeições.

Probióticos: são bactérias benéficas que melhoram a saúde do intestino facilitando a digestão e a absorção de nutrientes. Os probióticos são encontrados em iogurtes, coalhadas, alguns queixos e no molho de soja.

LEIA MAIS
Alimentos que combatem a ansiedade
LEIA MAIS
Atividades físicas para quem não curte academia

ATENÇÃO

Além de apostar em um cardápio com alimentos que ajudam a diminuir a vontade desenfreada de comer, é importante também tomar algumas atitudes que ajudam a controlar a compulsão alimentar. Uma dica importante é não passar o dia todo de boca fechada: coma alimentos saudáveis de três em três horas. Também é preciso cuidar do ritmo: coma devagar e saboreando cada pedacinho – “engolir” a comida faz mal para digestão e ainda engorda. Por último, lembre-se de tomar bastante água durante o dia: um organismo hidratado responde melhor aos estímulos de saciedade.

Sugestão Jasmine
Aproveitando as dicas integrais da nutricionista Michelle, sugerimos os seguintes produtos Jasmine que vão ajudar você a desenvolver um hábito alimentar mais saudável: Quinoa Real Orgânica, Arroz Agulhinha Integral Orgânico, Arroz com Quinoa Orgânico. E para a sobremesa vale: Cookies Integrais Orgânicos, Pipoca Zero e Smoothies. Conheça todos os nossos produtos!

 


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!