Fale Conosco

Como manter a alimentação saudável durante a quarentena?

por jasmine
em 9 de abril de 2020

A pandemia de coronavírus modificou a rotina de milhares de brasileiros. Muitas pessoas que antes saiam para o trabalho e se alimentavam na rua passaram a ficar o dia todo em casa, modificando os hábitos alimentares.

A geladeira próxima com comida sempre ao alcance e a rotina mais leve são convites para uma alimentação mais desregrada, mas não deveria ser assim. Esse pode ser um ótimo momento para adaptar o seu paladar e escolher alimentos com maior teor nutricional e que contribuam para deixar o seu organismo mais saudável.

Mais do que nunca, é hora de se alimentar bem

O coronavírus, assim com outros tipos de vírus, podem ter um impacto muito mais nocivo em organismos com baixa imunidade. Não se alimentar direito ou não dormir a quantidade de horas suficientes por dia são ações que contribuem para reduzir a imunidade, deixando o corpo mais suscetível a contaminações.

É importante ressaltar que ainda não se conhece nenhum tratamento contra a Covid-19. Ou seja, por mais que circulem informações nas redes sociais dizendo que determinados alimentos ajudam a prevenir o coronavírus, na prática não há nenhuma comprovação científica disso. O que se sabe é que organismos mais fracos ou pessoas com comorbidades estão sujeitas a sofrer mais com a doença.

Portanto, mais do que nunca, é o momento de manter a saúde em dia. Consumir alimentos com alta densidade nutricional e ricos em vitaminas e minerais auxilia o organismo a se manter mais disposto. Além disso, como muitas pessoas não estão fazendo exercícios físicos neste momento, o consumo exagerado de fast food ou alimentos de baixo valor nutricional pode contribuir para o aumento de peso e para o desenvolvimento de outras doenças.

Quarentena saudável: o que consumir para se manter bem

É normal que biscoitos, pães e massas se tornem uma espécie de “curinga” nesse período, mas o consumo em excesso de alimentos como esses podem aumentar os índices de colesterol e glicemia. Se for consumir pães, opte pela versão multigrãos sem glúten.

Sempre que possível, evite também alimentos ricos em farinha de trigo. Substitua-os por alternativas mais saudáveis, como batata-doce, mandioquinha ou aipim.

Pode parecer mais prático correr ao supermercado e estocar alimentos industrializados, mas essa não é uma boa ideia. Antes de tudo, lembre-se que o ideal é ter alimentos suficientes para cerca de 15 dias, não mais do que isso. Isso permitirá que você compre mais produtos naturais e possa elaborar um cardápio mais variado.

Frutas, verduras e legumes também podem ser consumidos à vontade. Maçãs e bananas, por exemplo, são ricas em vitaminas e aguentam bastante tempo sem estragar. Recorrer às versões crocantes liofilizadas também é uma ótima alternativa. Um pacote de maçã crocante Jasmine de 40 gramas equivale a 2 maçãs e meia. Já um pacote de banana crocante Jasmine de 20 gramas equivale a 2 bananas médias.

A aveia e a quinoa são outros dois ótimos ingredientes para se ter sempre na despensa. A versão de aveia sem glúten da Jasmine é rica em fibras e magnésio e pode ser um ótimo complemento para laticínios no lanche da tarde, como iogurte ou leite. 

Já a quinoa em flocos orgânica da Jasmine é rica em carboidratos complexos, fibras e vitaminas do complexo B. Os flocos estão prontos para serem consumidos e podem ser adicionados ao café da manhã, acompanhando frutas, sucos, leite e iogurtes. Seu uso é adequado para o consumo diário também na forma de sopas, mingaus ou batido em shakes e sucos.

Deixe de lado também os refrigerantes. Sucos naturais variados são uma opção muito mais saudável e com ampla variedade. Bebidas sabor tangerina, laranja, goiaba e manga são ricas em vitamina C e combinam com qualquer refeição do dia.

Explore novas receitas

Por fim, aproveite que você terá um pouco mais de tempo no seu dia a dia para explorar receitas saudáveis e fáceis de serem preparadas. Para quem está acostumado a comer fora, esse pode ser um ótimo momento para readequar o paladar a uma alimentação mais saudável.

Algumas sugestões que você pode conferir são a Trufa de Maracujá sem lactose, o Quiche de Quinoa e Palmito sem glúten e o Sanduíche Natural de Grão-de-Bico com Maionese de Abacate. Todos são extremamente deliciosos e saudáveis e podem acrescentar um sabor diferenciado às suas refeições em casa.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!