alimentos anti-inflamatórios
alimentos anti-inflamatórios

16 alimentos anti-inflamatórios que merecem fazer parte da sua dieta

por tatiana.barros
em 4 de julho de 2017

As temperaturas mais baixas e o tempo seco caraterísticos do inverno fazem com que essa época do ano seja propícia para o surgimento de gripes, resfriados e viroses. Por isso, é importante que o sistema imune esteja fortalecido para combater essas doenças. Mas não é preciso correr para a farmácia e fazer um estoque de remédios, porque você pode encontrar grande ajuda na cozinha e na horta de casa. Há alimentos que atuam como anti-inflamatórios e contribuem para reduzir a produção de substâncias que estimulam a inflamação e deixam o organismo mais resistente a doenças.

16 alimentos anti-inflamatórios

Saiba quais são os alimentos que ajudam a diminuir inflamações:

Frutas vermelhas

Morango, amora e framboesa não são apenas saborosos. Por serem frutos com alto nível de antioxidantes, elas também possuem alto poder anti-inflamatório. E ainda são fontes de vitamina C, um importante nutriente para prevenir gripes e resfriados, e de antocianinas, poderosos agentes anti-inflamatórios.

Aipo

Também conhecido como salsão, é um vegetal que possui mais de vinte compostos anti-inflamatórios. Entre os principais está o flavanoide apigenina, que tem ação anti-inflamatória e grande capacidade antioxidante (isto é, protege as células e inibe a produção de radicais livres). Ainda é fonte de vitamina C, cálcio, fósforo, ferro, cobre, sódio e de óleos essenciais.

Mirtilo

Fruta rica em antocianinas, que têm ação anti-inflamatória. Por ser fonte de fibras, ainda reduz as inflamações do aparelho digestivo. É considerado um dos frutos com maior nível de antioxidantes e um poderoso aliado do sistema imunológico.

Óleo de peixe

O óleo é uma das principais fontes de ômega-3, ácido graxo que ajuda a reduzir a inflamação. Por isso, é um produto que deve ser consumido por quem sofre com doenças inflamatórias como artrite, artrite reumatoide e dores nas articulações em geral.

Folhas verdes

Couve e espinafre são vegetais com folhas de cor verde-escuro que merecem entrar na dieta por conter alcalinizantes que ajudam a equilibrar o pH do corpo. Ao diminuir a acidez do organismo, o risco de inflamação cai. Por isso, vale apostar no suco verde para fortalecer o sistema imunológico.

Linhaça

O consumo regular da linhaça ajuda na proteção contra bactérias e vírus, graças ao ômega 3, às ligninas vegetais e aos fitosteróis e bioflavonoides. Seus efeitos anti-inflamatórios ainda são importantes para aliviar os sintomas de bronquite e cistite e auxiliar em casos de inflamação dos rins e da bexiga e nas doenças respiratórias, como a asma.

LEIA MAIS
Linhaça: benefícios e a diferença entre a dourada e a marrom

Chia

Entre os diversos nutrientes que possui, a chia é rica em ômega 3, antioxidantes, vitaminas. Por isso, possui ação anti-inflamatória e é importante para a manutenção da saúde cardiovascular.

LEIA MAIS
Chia: benefícios desse superalimento que ajuda emagrecer

Gengibre

Esse é um importante remédio natural com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Por isso, é um aliado para aliviar dores causadas pela artrite e para diminuir sintomas de infecções respiratórias, tosse, asma e bronquite.

Cúrcuma

Muito usada na medicina chinesa e indiana, a cúrcuma ajuda a neutralizar a inflamação e atua contra problemas como artrite, tendinite e machucados.

Nozes e amêndoas

Outras fontes naturais de ômega-3, o que faz dessas oleaginosas boas combatentes de dores nas articulações e de inflamações.

Abóbora

A abóbora é fonte de beta-caroteno, substância que ajuda no combate de inflamações da pele e dos pulmões. O alimento ainda possui antioxidantes que combatem os radicais livres.

Azeite extravirgem

É um óleo rico em polifenóis, substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias. Além disso, possui ácido alfa-linolênico (ALA), uma substância que ajuda no combate a inflamações. Uma dica: É importante não aquecer o azeite, pois altas temperaturas fazem com que ele perca suas propriedades nutricionais.

Chocolate meio amargo

Busque marcas que contenham ao menos 70% de cacau na composição. É a opção mais saudável, por conter diversos nutrientes, como flavonoides, componentes que destroem os radicais livrese ajudam a reduzir inflamações crônicas.

Abacate

O abacate possui nutrientes que auxiliam na desintoxicação do fígado. O fruto é rico em beta-sitosterol, uma substância que age como um anti-inflamatório natural. Ainda possui ação antioxidante.

Repolho roxo

Esse tipo de repolho é fonte de antocianinas, um potente agente anti-inflamatório. Além disso, contém outros nutrientes com as mesmas propriedades, como glutamina e polifenóis.

Shitake

O cogumelo possui polissacarídeos que ajudam a aumentar a resposta imunológica, importante para combater infecções. O alimento também possui ação antimicrobiana.

Alho

Um dos anti-inflamatórios naturais mais poderosos, ele reduz o processo inflamatório e é  um aliado no combate a doenças como gripes, resfriados, gastroenterites, aftas, bronquites e herpes. Também atua como fortalecedor do sistema imunológico.

Sugestão Jasmine

A Jasmine possui um portfólio de produtos que ajudam na prevenção e combate de inflamações. Red Berries é um snack natural de goji berry, açaí e cranberry desidratados, que apresenta propriedades antioxidantes e elevada concentração natural de vitaminas C e E. A Linhaça Dourada, além de ser um antioxidante natural,  fornece naturalmente minerais e possui fibras solúveis e insolúveis que contribuem com a saúde intestinal e auxiliam na manutenção de uma dieta saudável. A Chia em grãos Jasmine vem pronta para consumo, auxilia na redução de peso e pode ser consumida de diversas formas, fornecendo ácidos graxos poli-insaturados essenciais, proteínas e minerais como o cálcio, fósforo, ferro, magnésio, manganês, selênio e zinco. Conheça nossa linha completa de produtos.


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!