Fale Conosco

Alimentação Infantil Saudável e seus desafios

por Jasmine
em 9 de outubro de 2020

Ter uma alimentação equilibrada e um estilo de vida saudável são hábitos que devem ser desenvolvidos desde a infância

O universo da alimentação infantil tem seus desafios. São muitas as dificuldades relatadas pelas famílias: a falta de tempo, pouca intimidade com a cozinha, adequação nutricional das refeições, entre outros. Todo este processo requer paciência, dedicação, tempo, persistência e criatividade. 

Hoje a grande preocupação é o aumento da obesidade infantil no Brasil e no mundo. As notificações do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional, de 2019, revelam que 16,33% das crianças brasileiras entre cinco e dez anos estão com sobrepeso; 9,38% com obesidade; e 5,22% com obesidade grave. Em relação aos adolescentes, 18% apresentam sobrepeso; 9,53% são obesos; e 3,98% têm obesidade grave.

Uma alimentação saudável para a criança deve ser variada, colorida, saborosa, segura e conter todos os nutrientes essenciais para promover um desenvolvimento adequado, com saúde e qualidade de vida. 

Os primeiros passos para alimentação saudável infantil:

1 – O primeiro passo para incentivar a criança desenvolver hábitos saudáveis, é a família sendo exemplo. As crianças observam o que os pais fazem e tendem a imitá-los.  

2 – Defina os horários das refeições, criando um ambiente tranquilo para o convívio em família.

3 – Torne o momento do preparo da refeição divertido. Envolva a criança na compra dos alimentos, apresente-os a ela, e faça um convite para que ela ajude a prepará-lo. Assim, ela terá contato e conhecerá melhor os alimentos.

4 – Use a criatividade. A criança pode rejeitar algum alimento e isso é natural. Quando acontecer isso, a dica é apresentar o alimento em diversas formas e receitas. Faça desenhos no prato com os alimentos, tornando o momento da refeição mais lúdico. 

5 – Prefira alimentos integrais e orgânicos, pois são mais saborosos e saudáveis.

Lanche saudável, como escolher:

Um lanche saudável deve ser fonte de alimentos integrais, vitaminas, minerais, fibras e proteínas. Não deve conter excesso de açúcar e gorduras. Isto contribui para uma boa nutrição, prevenção de doenças e de deficiências nutricionais. 

Os lanches mais saudáveis são os mais naturais e caseiros, como por exemplo: frutas, suco de frutas, pão integral, bolo de frutas ou legumes (cenoura, beterraba, espinafre), entre outras preparações.

Alguns produtos industrializados podem ser uma opção. Hoje é possível encontrar biscoitos mais saudáveis, ricos em fibras e sem aditivos. A dica é sempre ler os rótulos antes de levar os produtos para casa. Opte por alimentos sem corantes e adoçantes artificiais, açucar e conservantes. 


Compartilhe
Assine nossa newsletter para receber artigos exclusivos como esse
Newsletter

Faça parte desse movimento pela alimentação consciente!